PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira


Capitão da seleção, Bruno Guimarães esquece ofertas para deixar Athletico

Bruno Guimarães comemora gol do Athletico contra o Inter -  Gabriel Machado/AGIF
Bruno Guimarães comemora gol do Athletico contra o Inter Imagem: Gabriel Machado/AGIF

Danilo Lavieri

Do UOL, em Armênia (Colômbia)

18/01/2020 19h38

Bruno Guimarães foi escolhido por André Jardine para ser o capitão da seleção pré-olímpica na estreia de amanhã, contra o Peru, a partir das 22h30, em Armênia, na Colômbia. Um dos destaques do time, ele tem o nome bastante especulado no noticiário do mercado da bola.

O Benfica, de Portugal, é um dos principais times interessados no futebol do meio-campista do Athletico. No fim do ano passado, o Atlético de Madri era dado como destino certo, mas as negociações não evoluíram. Por enquanto, ele tenta ignorar as notícias e diz focar apenas na competição.

"Peço para meus empresários me passarem o mínimo possível sobre isso. Estou super focado aqui, sabemos que é uma competição super difícil, em que só dois têm a vaga. Então, na real, eu esqueço o que está fora, penso só na competição e espero levar o Brasil para as Olimpíadas", afirmou o meio-campista em entrevista coletiva neste sábado.

Aos 22 anos, Bruno diz estar preparado para o desafio de vestir a faixa de capitão e destaca que está preparado para ser o braço direito de André Jardine dentro de campo.

Neste sábado, o comandante voltou a escalar o mesmo time titular, de ontem, com Reinier no banco de reservas.

"O capitão tem que ser um cara que está aí para ajudar o grupo dentro e fora de campo, escutar o professor, talvez alguma ideia que ele não conseguir esclarecer tão bem para os jogadores eu possa explicar dentro de campo para os jogadores. Entender a maneira de jogar, saber os princípios defensivos e ofensivos da equipe, essa é a função do capitão", analisou.

"Eu fui capitão algumas vezes no Athletico. Mas fico feliz, porque é outro patamar ser capitão da seleção brasileira. Fico lisonjeado, espero dar o meu melhor em campo", finalizou.

Seleção Brasileira