PUBLICIDADE
Topo

Ex-Atlético-MG, Rodrigo Santana viaja para intercâmbio em clubes ingleses

Rodrigo Santana comanda treino do Atlético-MG; técnico deixou o clube em 2019 - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Rodrigo Santana comanda treino do Atlético-MG; técnico deixou o clube em 2019 Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/01/2020 12h00

Sem clube desde que deixou o Atlético-MG, o técnico Rodrigo Santana embarcou ontem (16) para um período de intercâmbio em clubes da Inglaterra. Na agenda do treinador, estão três jogos deste fim de semana: Manchester City x Crystal Palace, Liverpool x Manchester United e Everton x West Ham.

"Vou trabalhar em cima de aperfeiçoamento", contou ao UOL Esporte, antes da viagem.

Santana usará seus contatos brasileiros para ir a treinos dos clubes. A maior expectativa está pelo contato com Jurgen Klopp, do Liverpool,

"Sempre tive interesse em ir e nos últimos sete anos eu iniciei o ano trabalhando. Nunca tive essa oportunidade. Esse ano eu iniciei o ano desempregado e conciliou com algumas oportunidades lá. Vai dar para retornar e ainda ver os estaduais", contou.

A ideia nasceu quando a seleção brasileira esteve no CT do Galo, permitindo que Rodrigo se aproximasse de nomes como Roberto Firmino, Fernandinho e William. O auxiliar Flavio Garcia o acompanhará na viagem.

Saída do Galo ainda repercute

Em entrevista ao programa Baita Amigos, do BandSports, Rodrigo contou sua visão sobre a demissão no Atlético-MG. O técnico foi demitido em outubro após vitória por 4 a 1 do Grêmio sobre o Galo e disse que a maratona causada pela sequência de jogos pela Sul-Americana e pelo Brasileirão prejudicou seu trabalho.

"Eu acreditei que poderia ir um pouco mais dentro da competição. A gente passou a priorizar a Copa Sul-Americana e passou a jogar com uma equipe totalmente alternativa no Brasileiro. Isso vai exigindo dos jogadores, vai machucando o jogador, casos do Jair, do Chará. Até que chegamos à semifinal, e a gente sabia que dava para buscar o Brasileiro depois. Só que o título estava tão próximo que resolvemos focar", disse o treinador. Com ele no comando, a equipe mineira foi eliminada da competição continental pelo Colón.

"E no momento em que você sai da Sul-Americana, está tudo errado. A gente tinha três derrotas seguidas, e quando voltamos ao Brasileiro tínhamos Palmeiras em São Paulo e a 'semifinal da Libertadores': Flamengo no Rio e Grêmio, em um momento em que estávamos bem prejudicados. E nesse momento, quando passou esses três jogos, eu fui desligado. Surpresa não, mas a gente sente um pouco. No momento a gente respeita, agradece a oportunidade, em 25 rodadas ficamos 15 no G4. Acredito que dava para ir mais, dava para brigar pela Libertadores", completou.

Band: Hyoran fala em ganhar títulos pelo Atlético-MG

Band Sports

Futebol