PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Pedro volta ao Flamengo 7 anos após dispensa e treinos escondidos no clube

Atacante Pedro (camisa 11) quando atuava pelo futsal do Flamengo. Jogador foi dispensado do clube - Divulgação
Atacante Pedro (camisa 11) quando atuava pelo futsal do Flamengo. Jogador foi dispensado do clube Imagem: Divulgação

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

16/01/2020 04h00

O mundo da bola girou, deu voltas e o atacante Pedro, virtual novo reforço do Flamengo, está voltando ao seu ponto de partida. Cria do clube, o jogador regressa para retomar uma história interrompida em 2013, quando foi dispensado pela comissão técnica do sub-16 do Rubro-Negro.

A vocação para a artilharia começou no futsal do Fla, mas o fim da linha veio quando se dedicava com mais exclusividade aos gramados. Fã da "bola pesada", treinava às escondidas no ginásio, ainda que a ordem fosse de dedicação integral ao gramado. Nesta época, um dos grandes amigos era Bruno Guimarães, hoje no Athletico.

Morador do bairro do Méier (zona norte do Rio de Janeiro), Pedro era figurinha carimbada na arquibancada do Maracanã e do Nilton Santos. Ao deixar o clube do coração, viu interrompido o sonho de brilhar vestindo vermelho e preto, plano que está em vias de ser retomado a partir de agora.

Ao lado de Thaisa, sua irmã, Pedro assiste jogo do Flamengo no Nilton Santos - Divulgação - Divulgação
Ao lado de Thaisa, sua irmã, Pedro assiste jogo do Flamengo no Nilton Santos
Imagem: Divulgação

O fim do ciclo na Gávea foi duro, mas logo viria a recompensa. O jovem ficou um mês parado, tentou a sorte no Bangu por um tempo e depois foi pro Duquecaxiense. Mesmo com idade de juvenil, foi promovido aos juniores, jogou pela equipe por um ano e meio até fazer um movimento que mudaria o destino.

Ao chamar a atenção do Artsul, de Nova Iguaçu, foi contratado e desandou a fazer gols. Observado por um profissional da captação do Fluminense, fez testes por três meses em Xerém até ficar em definitivo. A partir daí, passou a viver o outro lado da rivalidade Fla x Flu.

Na base tricolor, o centroavante se destacou desde 2014, ano de sua chegada ao clube. Com boa técnica e capacidade de finalização, Pedro logo se destacou e foi peça importante no título do Brasileiro sub-20 em 2015.

Pedro teve boa passagem no Fluminense - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Pedro teve boa passagem no Fluminense
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Nas Laranjeiras, o garoto foi "adotado" por Fred, que enxergava nele um enorme potencial. A consolidação, no entanto, só veio em 2018. Em 40 jogos, marcou 19 vezes, mas foi parado por uma cirurgia no joelho direito. À época da lesão, estava convocado por Tite para amistosos da seleção brasileira.

O retorno aos campos demorou longos sete meses, mas seu nome já estava no radar rubro-negro. O namoro esquentou de vez após o pedido expresso de Jorge Jesus por um "avançado". A cúpula do Fla acenou com 12 milhões de euros (R$ 55,6 milhões), mas a oferta foi imediatamente rechaçada pelo presidente tricolor Mário Bittencourt. Tempos depois, ele acertaria com a Fiorentina.

Pedro está perto de trocar a Fiorentina pelo Flamengo - Facbook/Fiorentina - Facbook/Fiorentina
Pedro está perto de trocar a Fiorentina pelo Flamengo
Imagem: Facbook/Fiorentina

Em baixa na Fiorentina, o atleta deixou escancarada sua vontade de voltar ao Rio de Janeiro para vestir as cores do Rubro-Negro. De olho em uma vaga na Olimpíada de Tóquio, ele chegará em patamar diferente daquele de anos atrás. Ao fim do empréstimo de uma temporada, o clube carioca terá de desembolsar cerca de 10 milhões de euros (R$ 46,4 milhões) para tê-lo em definitivo, quantia menor do que a oferecida ao Flu. Após muitas idas e vindas, o destino está perto de proporcionar uma nova chance para Pedro e o Flamengo.

Flamengo