PUBLICIDADE
Topo

Por que Matheus Fernandes, reserva do Palmeiras, foi cobiçado pelo Barça

Matheus Fernandes, volante do Palmeiras - Cesar Greco/SE Palmeiras
Matheus Fernandes, volante do Palmeiras Imagem: Cesar Greco/SE Palmeiras

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

15/01/2020 14h57

Quando a primeira notícia do interesse do Barcelona em Matheus Fernandes surgiu, houve quem classificasse como clássico boato. Afinal, por que um dos maiores times do mundo se interessaria por um reserva do Palmeiras, que fez apenas 12 jogos no ano, sendo só seis deles como titular?

A verdade é que o time catalão observa o meio-campista de 21 anos desde os tempos em que ele ainda estava no Botafogo, quando teve mais chances de entrar em campo. A avaliação é que ainda há tempo para que ele se desenvolva nos moldes necessários para brilhar no futebol europeu.

Na ocasião da venda para o Palmeiras, inclusive, o time carioca foi questionado sobre o motivo de ter recusado uma proposta do Genoa, da Itália, por valor superior. Na ocasião, além de receber mais rápido, a aposta foi de receber um retorno no futuro, mantendo 25% dos direitos e mirando um lucro no futuro.

Recentemente, Eric Abidal, ex-jogador e hoje diretor do Barcelona, aproveitou a sua passagem para observar Matheus e conversar com a diretoria Palmeiras sobre o jovem meio-campista.

O negócio foi facilitado também porque o empresário que conduziu o negócio conseguiu fazer a representação dos dois lados. Além de trabalhar para o atleta, André Cury também tem entrada no Barcelona e já foi responsável pela ida de outros brasileiros para a Espanha.

Matheus teve 75% dos seus direitos comprados pelo Palmeiras em por aproximadamente R$ 12 milhões. Agora, o Alviverde diz que vai vender o atleta por cerca de R$ 32 milhões e que o valor ainda pode aumentar em até mais R$ 18 milhões de acordo com metas. O time carioca contesta esses valores.

Palmeiras