PUBLICIDADE
Topo

Flamengo aguarda oportunidade de mercado, e laterais da casa ganham força

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

14/01/2020 04h00

Ativo no mercado da bola, o Flamengo congelou, por ora, a busca incessante por um lateral direito. Sem Rodinei, que foi para o Internacional, a cúpula rubro-negra olha para dentro de casa em busca de alternativas.

Titular absoluto, Rafinha ainda está de férias e só retorna em 27 de janeiro, data marcada para a apresentação do grupo que ganhou o Brasileiro e a Libertadores. Até lá, João Lucas e Matheuzinho têm uma chance de ouro para impressionar.

Os dois são as opções do técnico Maurício Souza no plantel que iniciará a caminhada pelo bicampeonato do Campeonato Carioca. A depender da produção em campo, uma nova contratação pode ficar para depois.

Contratado ao Bangu, João Lucas atuou com Jorge Jesus, mas ainda é considerado "verde". Ele deu boas respostas quando acionado no Brasileiro, mas todos no clube apostam que ainda há necessidade de maior quilometragem e minutos em campo, justamente o que acontecerá neste início de 2020.

Já Matheuzinho é uma grande aposta do Fla, que buscou o atleta para integrar o time sub-20. Destaque no Londrina, impressionou o setor de análise e fez o Rubro-Negro pagar R$ 1,2 milhão por 50% dos direitos econômicos.

Os rubro-negros não têm nenhuma conversa em curso para reforçar o setor e aguarda movimentos do mercado para definir o alvo. A carência de opções interessantes também pesa para este cenário de observação de alternativas que estejam à altura.

O nome de Orejuela esteve na mesa rubro-negra, mas o negócio não entusiasmou tanto. Havia a possibilidade real para o empréstimo do colombiano, mas não houve lamento com o acerto do jogador com o Querétaro (MEX).

Flamengo