PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Desejado no Bahia, Éderson aguarda nova reunião para tentar deixar Cruzeiro

Éderson aguarda novas conversas para tentar resolver saída do Cruzeiro, mas não pretende retirar ação contra o clube - Bruno Haddad/Cruzeiro
Éderson aguarda novas conversas para tentar resolver saída do Cruzeiro, mas não pretende retirar ação contra o clube Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

14/01/2020 15h58

Os representantes do volante Éderson aguardam um novo contato para voltarem a conversar com o Cruzeiro para tentar um acordo de transferência do atleta. Aos 20 anos, o atleta acionou o clube na Justiça e pretende deixar a equipe para jogar em outro time. O Bahia oficializou seu interesse pelo jogador.

Na ação em que cobra mais de R$2 milhões do Cruzeiro, entre salários atrasados, luvas e outras pendências, a defesa de Éderson apresentou uma carta do Bahia com a intenção de levar o atleta. Essa informação foi divulgada pelo site Globoesporte.com e confirmada pelo UOL. Além do Tricolor de Aço, Éderson chegou a ser oferecido para outros clubes, como o rival Atlético.

Desde o final da semana passada (a primeira da reapresentação do plantel), o volante não comparece aos treinamentos da Toca da Raposa. Mesmo com contrato até 2023, ele deverá continuar se ausentando das atividades a espera de uma nova conversa com a diretoria. Além de permanecer com a ação, Éderson também não tem mais interesse em ficar no Cruzeiro. E isso dificilmente acontecerá, já que o clima entre jogador, clube e torcida ficou muito desgastado.

No primeiro momento, a decisão do tribunal não foi favorável a Éderson, já que a juíza não viu urgência em rescindir o contrato do volante imediatamente. Uma audiência de conciliação foi marcada para o dia 10 de fevereiro, quando o Cruzeiro poderá se defender. Por enquanto, o clube mineiro já efetivou alguns pagamentos ao volante, mas os representantes do jogador alegam que a quantia está longe da dívida total.

Futebol