PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV


Taison relembra episódio de racismo na Ucrânia: "Tinha que me defender"

Taison reage após ser alvo de racismo em Shakhtar Donetsk x Dynamo Kiev - REUTERS/Oleksandr Osipov
Taison reage após ser alvo de racismo em Shakhtar Donetsk x Dynamo Kiev Imagem: REUTERS/Oleksandr Osipov

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/01/2020 12h57

A edição de hoje (12) do Esporte Espetacular, da TV Globo, exibiu uma entrevista com o atacante Taison, do Shakhtar Donetsk (Ucrânia). O jogador falou sobre o triste episódio que viveu na última temporada, quando foi alvo de injúrias raciais por parte da torcida do Dinamo de Kiev, durante uma partida da liga local. Taison contou que foi o momento mais difícil de toda a sua vida.

"Esse foi o momento mais difícil da minha vida. Coisas que eu pensei que nunca ia passar. Eles imitavam muito forte o som de macaco", disse.

O jogador ainda falou sobre sua reação aos insultos. Após ouvir os gritos da torcida adversária, Taison mostrou o dedo do meio aos torcedores e, em seguida, pegou a bola e chutou em direção à arquibancada. A atitude acabou rendendo o cartão vermelho ao atacante.

"Foi uma atitude de momento. Não pensei. Eu tinha que me defender e a maneira que eu encontrei foi aquela. Espero nunca mais passar por isso.Eu pensei na minha filha, que podia ligar a tv e ver aquilo. Eu pensei na minha família", completou.

Depois da partida, a Associação Ucraniana de Futebol confirmou a suspensão de Taison por uma partida e puniu o Dinamo de Kiev com uma multa de 16 mil libras e um jogo com portões fechados.

A decisão gerou protestos da FIFPro (Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol) e também da mídia esportiva internacional e de torcedores.

UOL Esporte vê TV