PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Liverpool vence Tottenham fora de casa e amplia vantagem na ponta do Inglês

Roberto Firmino comemora gol marcado para o Liverpool contra o Tottenham - MATTHEW CHILDS/Action Images via Reuters
Roberto Firmino comemora gol marcado para o Liverpool contra o Tottenham Imagem: MATTHEW CHILDS/Action Images via Reuters

Do UOL, em São Paulo

11/01/2020 16h22

Classificação e Jogos

O Liverpool continua sua caminhada rumo ao título do Campeonato Inglês. Jogando fora de casa, hoje (11), a equipe de Jürgen Klopp venceu o Tottenham por 1 a 0 e abriu 16 pontos de diferença para o Leicester, atual segundo colocado e que pode ser ultrapassado pelo Manchester City na rodada. Roberto Firmino foi o responsável pelo gol da vitória.

Para tentar segurar o líder do campeonato, José Mourinho levou a campo uma novidade defensiva no Tottenham. Com um esquema com três zagueiros, o português escalou o jovem Tanganga, de 20 anos, entre os titulares - ele jamais havia jogado um minuto sequer em partidas do Campeonato Inglês.

Tanganga tenta desarmar Mané, durante a partida entre Tottenham e Liverpool - Nick Taylor/Liverpool FC/Liverpool FC via Getty Images
Tanganga tenta desarmar Mané, durante a partida entre Tottenham e Liverpool
Imagem: Nick Taylor/Liverpool FC/Liverpool FC via Getty Images

A promessa do Tottenham teve que trabalhar desde o início da partida. Logo aos dois minutos, Roberto Firmino driblou Eriksen e chutou para o que seria um gol certo, mas Tanganga apareceu para tirar a bola antes que ela entrasse no gol.

Mas a sorte de principiante não funcionou aos 37 minutos. Dentro da área, Salah tocou para Firmino, que com um drible de corpo deixou o jovem zagueiro para trás e bateu para abrir o placar para o Liverpool.

A postura mais defensiva escolhida por Mourinho para enfrentar o Liverpool fez com que o Tottenham apresentasse muitas dificuldades para reagir em busca do empate. Acuado em seu campo de defesa, o time pouco servia seus atacantes. Por mais de uma vez, o brasileiro Lucas fez gestos para que a equipe não ficasse tão atrás e saísse mais para o jogo.

Foi o que aconteceu quando Mourinho decidiu mexer no time. Saíram o meia Eriksen e o lateral Rose e entraram os meias Lo Celso e Lamela. O time ficou mais rápido e com maior presença no meio-campo. Soma-se a isso o incomum número de erros apresentado pela defesa do Liverpool no duelo.

Em um deles, aos 29 minutos da segunda etapa, o Tottenham conseguiu uma de suas melhores chances. Lo Celso fez o desarme, Lucas carregou a bola até a entrada da área e tocou para Son, mas o coreano chutou por cima do gol de Alisson.

Mas foi aos 37 minutos que Mourinho desabou e Klopp se desesperou. Aurier recebeu pela direita e cruzou para Lo Celso. O argentino se jogou na bola, mas chutou para fora, desperdiçando a melhor chance do Tottenham.

O erro era o indício de que a defesa do Liverpool continuaria intransponível. O time de Jürgen Klopp não sofre um gol no Campeonato Inglês desde 4 de dezembro, quando venceu o Everton por 5 a 2.

Com a derrota, o Tottenham vê a disputa por uma vaga na próxima Liga dos Campeões ainda mais complicada. A equipe está com 30 pontos, nove a menos que o Chelsea, primeiro time na zona de classificação para a competição continental.

O próximo compromisso do Liverpool será no dia 19 de janeiro, contra o Manchester United, dentro de casa, pelo Campeonato Inglês. Já o Tottenham volta a campo na terça-feira (14), no "replay" da Copa da Inglaterra, contra o Middlesbrough.

Esporte