PUBLICIDADE
Topo

Conselheiro diz que investidor árabe tem interesse em "comprar" o Cruzeiro

Bastante conturbado politicamente, Cruzeiro estaria na mira de investidor árabe, segundo conselheiro - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Bastante conturbado politicamente, Cruzeiro estaria na mira de investidor árabe, segundo conselheiro Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

10/01/2020 19h34

Vitorio Galinari, conselheiro nato do Cruzeiro, prometeu que em até duas semanas irá apresentar ao núcleo dirigente transitório do clube uma proposta do mundo árabe para "comprar o futebol" da entidade. Galinari é membro da "Família União", ala política do ex-presidente Wagner Pires de Sá, assim como de Itair Machado e Sérgio Nonato, que fizeram parte da última gestão e também se desligaram do clube.

A declaração foi feita em entrevista à Rádio Super. Galinari foi diretor da sede campestre, mas acabou sendo um dos funcionários desligados pelo Cruzeiro desde o mês passado.

"Nós, eu e o Alexandre Gaúcho, fomos procurados e estamos em contato, já algum tempo, com o mundo árabe. Dentro de, no máximo, duas semanas, vamos ter uma proposta. Não posso falar qual é o país ainda. É concreto, ontem tivemos uma reunião. A proposta, basicamente, seria a compra do futebol do Cruzeiro, assumindo todo o passivo, as dívidas do Cruzeiro, eles vão assumir. O Cruzeiro continua como clube social", disse.

Galinari ainda tentou explicar como seria o processo de compra e o papel do investidor nessa parceria. A mudança, se feita, ainda precisaria passar pelo Conselho Deliberativo da entidade.

"No futebol, a partir do momento que o Cruzeiro tiver lucro, o Cruzeiro vai ter participação, no nosso projeto é 30%. Hoje, o Cruzeiro dá prejuízo, eles vão assumir. Se amanhã quebrar, o Cruzeiro começa do zero, mas não tem dívida. Então, isso não é utopia. É concreto. Possibilidade real de ser vendido. Vai ser apresentado ao conselho gestor, junto do conselho deliberativo, a proposta de recuperação do Cruzeiro para a venda", acrescentou.

Cruzeiro