PUBLICIDADE
Topo

Vice Pedro Lourenço e Alexandre Mattos deixam gestão de futebol do Cruzeiro

Pedro Lourenço deixou o Núcleo Dirigente Transitório do Cruzeiro - Cruzeiro/Divulgação
Pedro Lourenço deixou o Núcleo Dirigente Transitório do Cruzeiro Imagem: Cruzeiro/Divulgação

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

09/01/2020 10h08

Resumo da notícia

  • Pedro Lourenço não é mais o vice-presidente do Cruzeiro. Membro importante do Núcleo Dirigente Transitório do clube, ele comunicou a saída do cargo
  • O UOL apurou que o momento conturbado foi o que motivou a sua saída. Ele não estava satisfeito com a forma como as coisas acontecem no dia a dia
  • Com o adeus de Pedro Lourenço, outro nome também deixa o clube: Alexandre Mattos. Ele se propôs a ajudar por 45 dias de forma gratuita

Pedro Lourenço não é mais o vice-presidente de futebol do Cruzeiro. Membro importante do Núcleo Dirigente Transitório do clube, ele comunicou a saída do cargo na manhã de hoje, após reunião com os demais integrantes do grupo. O UOL apurou que o momento conturbado nos bastidores foi o que motivou a sua saída. Ele não estava satisfeito com a forma como as coisas acontecem no cotidiano cruzeirense.

Com o adeus de Pedro Lourenço, outro nome também deixa o projeto. Alexandre Mattos, que se propôs a auxiliar o time por 45 dias até conseguir o visto de trabalho para trabalhar no Reading, da Inglaterra, informou que não permanecerá na Toca da Raposa II. O ex-diretor de futebol do Palmeiras comunicou o desligamento alegando que o empresário foi o responsável por levá-lo ao clube.

Em entrevista à TV Globo, o Lourenço confirmou que não faz parte mais da atual gestão do clube: "Com muita tristeza comunico meu desligamento do Conselho gestor do Cruzeiro. Quero pedir desculpas a torcida por esse momento tão difícil que nós vivemos. Estou com a torcida, não vou abandonar o cruzeiro, não vou tirar patrocínio, vou ajudar no que for preciso, mas não como gestor", declarou.

Proprietário do Supermercados BH, Pedro Lourenço assumiu a vice-presidência de futebol do Cruzeiro no fim de 2019, logo após a renúncia da antiga gestão, liderada por Wagner Pires de Sá. A sua saída ocorre dias após outro empresário também deixar o clube. Vittorio Medioli ocupava o cargo de CEO, mas optou por seu desligamento no último domingo. Ele comunicou a decisão por meio de uma carta.

Recentemente, Pedro Lourenço ajudou o Cruzeiro na aquisição de 50% dos direitos econômicos de Luis Orejuela. O dirigente foi o responsável por desembolsar o montante pago à vista ao Ajax, da Holanda. Na ocasião, os mineiros depositaram 1,5 milhão de dólares (R$ 6,1 milhões na cotação atual).

O novo uniforme do Cruzeiro conta com patrocínio máster da empresa de Pedro Lourenço. O Supermercados BH é quem estampa a camiseta do clube mineiro desde o início de 2020.

Cruzeiro