PUBLICIDADE
Topo

Supercopa da Espanha - 2019


Atlético de Madri vence Barça em jogo com duas viradas e pega Real na final

Jogadores do Atlético de Madri comemoram gol no duelo contra o Barcelona - Francois Nel/Getty Images
Jogadores do Atlético de Madri comemoram gol no duelo contra o Barcelona Imagem: Francois Nel/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

09/01/2020 17h54

Classificação e Jogos

O Atlético de Madri está na final da Supercopa da Espanha. Em jogo com duas viradas, os colchoneros venceram o Barcelona por 3 a 2, hoje, na semifinal em Jeddah, na Arábia Saudita, e vão pegar o Real Madrid na decisão do próximo domingo. O Atlético abriu o placar com Koke, mas viu o Barça virar com Messi e Griezmann. Já na reta final, a equipe de Madri garantiu a vitória com gols de Morata e Correa.

Ontem, o Real bateu o Valencia por 3 a 1 e foi o primeiro a se classificar à final do torneio. Esta é a primeira vez que a Supercopa da Espanha é disputada por quatro equipes.

Na partida de hoje, o Barcelona comandou o primeiro tempo, mas parou em Oblak nas duas melhores chances de gol. Primeiro, o goleiro do Atlético defendeu chute cruzado de Messi. Depois, parou Griezmann após finalização por cavadinha.

O fim do primeiro tempo ainda teve climão. João Félix e Messi se estranharam. Suárez foi para cima do português e discutiu com adversários. Resultado: o uruguaio e Savic, do Atlético, levaram amarelo.

Apesar de pouco atacar na primeira etapa, o Atlético precisou de menos de 20 segundos do segundo tempo para abrir o placar. Koke, que tinha acabado de entrar, recebeu de Correa e bateu na saída de Neto.

O Barça deixou tudo igual pouco depois. Messi ganhou dividida na entrada da área e bateu colocado de pé direito para empatar o jogo. Os catalães tiveram a chance da virada mais tarde, mas Oblak parou a tentativa de Griezmann por cobertura.

Messi chegou a marcar de novo aos 14 minutos. O camisa 10 dominou na entrada da área e chutou rasteiro no canto. Porém, o árbitro José González assistiu ao lance na beira do campo e marcou falta após ver que a bola bateu no braço do argentino durante a jogada.

Messi lamenta após gol do Atlético de Madri na Supercopa da Espanha - Giuseppe CACACE / AFP
Messi lamenta após gol do Atlético de Madri na Supercopa da Espanha
Imagem: Giuseppe CACACE / AFP

Três minutos mais tarde, o Barça fez o segundo, este para valer. Suárez cabeceou para grande defesa de Oblak, e Griezmann fez de cabeça no rebote. O terceiro saiu aos 28, mas de novo foi anulado com auxílio do árbitro de vídeo (VAR). Vidal aproveitou cruzamento de Messi e escorou para Piqué marcar. Porém, o chileno estava em posição irregular.

O Barcelona diminuiu o ritmo e viu o Atlético reagir. Aos 34, Vitolo foi derrubado por Neto, e o árbitro marcou pênalti. Morata deslocou Neto e empatou o jogo. Pouco depois, os colchoneros pediram mais um pênalti após toque na mão de Piqué. O juiz ouviu o que o VAR tinha a dizer, mas decidiu não dar a penalidade.

Mesmo assim, ainda deu tempo da virada. Aos 40 minutos, Correa apareceu no meio da defesa do Barça, recebeu de Morata e bateu na saída de Neto. O goleiro brasileiro ainda tocou na bola, mas não evitou o terceiro do Atlético. Vitória e vaga na final para os colchoneros.