PUBLICIDADE
Topo

Copa da Liga Francesa - 2020


Neymar faz golaço, e PSG atropela Saint-Etienne com três de Icardi

Neymar abraça Mbappé e comemora gol do PSG sobre o Saint-Etienne - Anne-Christine POUJOULAT / AFP
Neymar abraça Mbappé e comemora gol do PSG sobre o Saint-Etienne Imagem: Anne-Christine POUJOULAT / AFP

Do UOL, em São Paulo

08/01/2020 18h56

Classificação e Jogos

O PSG goleou o Saint-Etienne por 6 a 1 hoje, no Parc des Princes, e avançou para a semifinal da Copa da Liga Francesa. Neymar esteve em campo e fez um golaço de cobertura, enquanto Moulin (contra), Icardi (três vezes) e Mbappé completaram a soma no placar. Cabaye descontou.

A contagem dos gols teve início logo aos dois minutos, quando Icardi recebeu de Meunier e chutou cruzado, à meia altura, para marcar. E a vantagem que o PSG já tinha no placar também passou a ser vista em campo, numericamente, após a expulsão de Fofana aos 31.

O caminho para a goleada ficou muito mais tranquilo para o PSG depois que o Saint-Etienne passou a atuar com 10 jogadores. Por isso, aos 39, Neymar foi acionado por Di Maria e, com categoria e frieza, encobriu o goleiro Moulin. Na hora de comemorar, inovou ao lado de Mbappé

Definitivamente, o defensor da meta do Saint-Etienne não viveu boa noite. Aos 44 do primeiro tempo, o PSG fez linda jogada pela esquerda e viu a bola bater na zaga do time rival e no goleiro Moulin antes de balançar a rede - um gol que combina muito com o jogo "pinball".

A exemplo do que ocorreu no início da partida, o segundo tempo começou com intensidade do PSG. Mesmo com a vantagem conquistada nos primeiros 45 minutos, o time da casa logo roubou a bola com Di Maria, que acionou Mbappé. O camisa 7 driblou o goleiro e tocou para Icardi marcar.

A dupla Mbappé-Icardi voltou a brilhar poucos minutos depois, aos 12. O francês carregou a bola em velocidade e, com um passe simples, encontrou o argentino, que empurrou para o gol. Por fim, aos 22, veio a retribuição: Icardi recebeu belo lançamento de Di Maria e serviu Mbappé para o sexto gol.

Di Maria, que não fez gol, ainda cometeu pênalti. Cabaye falhou na cobrança e facilitou a defesa do goleiro Rico, do PSG, mas pegou o próprio rebote e cabeceou para diminuir. Ainda houve tempo para Cavani ter um gol anulado, já que Mbappé estava em posição irregular e participou do lance.