PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Por que Atlético-MG e Flu mostram confiança em disputa pelo mesmo jogador

Allan em ação pelo Fluminense em 2019; clube carioca disputa sua contratação com o Atlético-MG - Lucas Mercon/Fluminense FC
Allan em ação pelo Fluminense em 2019; clube carioca disputa sua contratação com o Atlético-MG Imagem: Lucas Mercon/Fluminense FC

Caio Blois e Thiago Fernandes

Do UOL, no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte

08/01/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Atlético-MG e Fluminense estão confiantes em contar com Allan em 2020. O problema é que o jogador só pode assinar com um dos clubes em definitivo
  • Galo apresentou oferta de três milhões de euros (R$ 13,62 milhões na cotação atual) à vista para adquirir 90% dos direitos econômicos do volante
  • Mineiros se acertaram com o estafe do atleta, liderado pelo agente Giuliano Bertolucci. Não à toa Allan esteve em BH realizando exames médicos
  • Fluminense levou uma proposta maior ao Liverpool - 3,75 milhões de euros (R$ 17,02 milhões) divididos em 24 parcelas idênticas
  • Valor apresentado pelo Flu agradou aos britânicos, que enviaram documentos para ratificar a transação. Jurídico tricolor ajusta detalhes do contrato
  • Clubes travam uma queda de braço que pode ser resolvida ainda hoje. Galo se acertou com atleta, Flu fechou com Liverpool

Atlético-MG e Fluminense estão confiantes em contar com Allan em 2020, mas só um deles vai conseguir contratar o jogador em definitivo. O UOL Esporte consultou fontes ligadas à negociação para explicar por que as conversas sobre o futuro do meio-campista, que pertence ao Liverpool, têm versões desencontradas em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro.

Emprestado ao clube das Laranjeiras pelos ingleses, Allan só vai continuar na Cidade Maravilhosa em caso de compra de seus direitos. O Fluminense tenta adquiri-lo desde o fim do empréstimo, encerrado em 31 de dezembro. O problema é que o acordo sempre esteve longe. Em meio às tentativas, o Galo surgiu como interessado.

Na última segunda-feira (6), o Atlético-MG apresentou oferta de três milhões de euros (R$ 13,62 milhões na cotação atual) à vista para adquirir 90% dos direitos econômicos do volante. Na sequência, os mineiros se acertaram com o estafe do jogador, liderado pelo empresário Giuliano Bertolucci.

Não à toa, Allan esteve em Belo Horizonte realizando exames médicos na tarde de ontem (7). Ele ainda ajustou detalhes do possível contrato, com duração de quatro anos. Todavia, não assinou o documento. Os mineiros esperam o meio-campista na apresentação do elenco, amanhã, na Cidade do Galo.

O Atlético espera ainda uma definição do Liverpool sobre o valor ofertado. As conversas são conduzidas pelo diretor de futebol Rui Costa e pelos representantes do jogador.

No mesmo dia em que o Galo apresentou uma oferta de três milhões de euros, o Fluminense levou uma proposta maior ao Liverpool - 3,75 milhões de euros (R$ 17,02 milhões) divididos em 24 parcelas idênticas. O montante seria pago até dezembro de 2021.

O valor apresentado pelo Flu agradou aos ingleses. No dia seguinte à oferta, os Reds enviaram documentos às Laranjeiras para ratificar a transação. O jurídico do Tricolor já ajustou os detalhes do contrato para anunciar a manutenção de Allan em 2020. Confiante no acerto com o Liverpool, o clube carioca ficou animado com a possibilidade de contar com o meio-campista em definitivo no seu elenco.

Agora, os dois clubes travam uma queda de braço, que pode ser resolvida ainda hoje. O Atlético entende que se acertou com os empresários de Allan. O Fluminense, por outro lado, crê que há acordo com o Liverpool.

Futebol