PUBLICIDADE
Topo

Athletico e Vizeu não se acertam mesmo após Udinese anunciar empréstimo

Felipe Vizeu em ação durante treino do Grêmio; centroavante pertence à Udinese - Lucas Uebel/Grêmio
Felipe Vizeu em ação durante treino do Grêmio; centroavante pertence à Udinese Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Bernardo Gentile e Napoleão de Almeida

Do UOL, em São Paulo e no Rio de Janeiro

06/01/2020 14h07

A Udinese até anunciou seu empréstimo, mas o atacante Felipe Vizeu não chegou um acordo com o Athletico Paranaense nesta segunda (6) e pode não vestir a camisa do Furacão na temporada 2020. O centroavante contava com benefícios que teriam sido prometidos pelo clube brasileiro, e a negociação travou.

Vizeu esteve em Curitiba hoje, dia de reapresentação do elenco do Athletico e de Dorival Junior, novo técnico da equipe. O UOL Esporte apurou que o jogador pleiteou benefícios que teriam sido prometidos e não estariam no contrato final, como bônus por desempenho e auxílio-moradia. No Furacão, há quem acredite que ainda seja possível contornar a situação.

A Udinese chegou a anunciar o empréstimo ao Athletico (veja abaixo). Seria uma cessão por um ano e com salários mensais divididos entre os clubes. À época, o Botafogo negociava com o jogador. Em contato com a reportagem, Carlos Augusto Montenegro, diretor do comitê de futebol do Glorioso, negou qualquer chance de Vizeu defender o time carioca: "Ele me ligou e disse que iria para o Athletico. Agora não queremos mais".

O presidente da Udinese, Gino Pozzo, foi procurado pela reportagem do UOL para comentar o episódio, mas não se manifestou sobre o caso. Ele havia confirmado o empréstimo. O Athletico não se manifesta oficialmente sobre contratações - nem mesmo confirmou o acerto após o anúncio oficial do clube italiano. Vizeu tem 22 anos e defendeu o Grêmio na temporada 2019.

Siga o UOL Esporte no

Athletico