PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Após segunda cirurgia, Rodrigo Dourado só deve voltar ao Inter em abril

divulgação/Internacional
Imagem: divulgação/Internacional

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

04/01/2020 04h00

O Internacional só deve contar com Rodrigo Dourado a partir de abril. O volante se reapresenta na próxima semana, mas vai continuar tratamento médico depois de ter detectado edema ósseo no joelho esquerdo. Em 2019, ele chegou a realizar duas cirurgias e fechou o ano com apenas 17 partidas disputadas.

Aos 25 anos, Dourado era capitão do Inter quando parou para tratar das dores na articulação.

O jogo mais recente do volante foi contra o Palmeiras, em julho, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Logo depois, o Internacional informou que Rodrigo Dourado iria passar por artroscopia. Em maio, o jogador fez o mesmo procedimento.

Se a previsão extraoficial se confirmar, Rodrigo Dourado ficará de fora dos mata-matas preliminares da Libertadores e de boa parte da possível fase de grupos do torneio. Também irá perder a maioria dos jogos do Campeonato Gaúcho.

À época, o Internacional afirmou que o tratamento conservador não havia surtido efeito e por isso uma nova intervenção cirúrgica seria realizada. Após o procedimento, o clube atualizou o estado de saúde e previu retorno aos treinos físicos em duas semanas.

O desfalque de Rodrigo Dourado no início do ano explica, também, a contratação de Damián Musto. O volante foi indicado por Eduardo Coudet e assinou por empréstimo ao Huesca-ESP.

Internacional