PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Por que o Corinthians insiste, mas ainda não fechou com Michael, do Goiás

Michael, do Goiás, segue na mira do Corinthians para reforçar o ataque do time de Tiago Nunes - Rosiron Rodrigues/Goiás EC
Michael, do Goiás, segue na mira do Corinthians para reforçar o ataque do time de Tiago Nunes Imagem: Rosiron Rodrigues/Goiás EC

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

02/01/2020 04h00

O Corinthians não desistiu de contratar o atacante Michael, do Goiás, mas a decisão está nas mãos do clube goiano e do jogador, segundo apurou o UOL Esporte. O clube paulista não fará leilão com os outros times interessados no mercado da bola e não aumentará a sua oferta para ficar com a principal revelação do Campeonato Brasileiro do ano passado.

A diretoria do Corinthians ofereceu R$ 20 milhões por 50% dos direitos econômicos de Michael e mais a opção de o Goiás escolher alguns jogadores por empréstimo.

Não está descartada também a possibilidade de algum atleta de seu elenco ser cedido em definitivo. A questão é que o clube paulista não deve fazer mais concessões para contratar Michael.

Caso Corinthians e Goiás cheguem a um acordo, ainda existe a chance de Michael ceder parte de seus direitos econômicos ao Goiás. Hoje o clube goiano detém 70% dos direitos, enquanto o atacante é detentor do restante, com mais partes não divulgadas envolvidas.

Até o momento, o Corinthians acertou duas contratações para 2020: o meia Luan, ex-Grêmio, e o volante Víctor Cantillo, do Junior Barranquilla, da Colômbia. Os dois reforços assinaram contrato por quatro temporadas.

O clube paulista ainda negocia a contratação de um lateral-esquerdo. Sidcley, campeão paulista pelo Alvinegro em 2018 e que atua no Dínamo de Kiev, da Ucrânia, é a prioridade. A negociação está bastante adiantada, mas diferentemente de Luan e Cantillo, nada foi assinado.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do que informado anteriormente, Luan assinou com o Corinthians por quatro temporadas e não duas. O erro foi corrigido.
Ao contrário do que informado anteriormente, Víctor Cantillo assinou contrato com o Corinthians por quatro temporadas e não duas. O erro foi corrigido.

Futebol