PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Nacional foi campeão uruguaio e tem promessas para seu time ficar de olho

Pablo García, Santiago Rodríguez, Matías Viña e Gabriel Neves são jovens de destaque no Nacional - Divulgação/Nacional/Umbro
Pablo García, Santiago Rodríguez, Matías Viña e Gabriel Neves são jovens de destaque no Nacional Imagem: Divulgação/Nacional/Umbro

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

31/12/2019 11h17

O Nacional foi campeão uruguaio em final contra o rival Peñarol e confirmou uma campanha sólida, baseada na mescla de jogadores experientes e jovens talentos. E o UOL Esporte apresenta algumas dessas promessas para seu time ficar de olho no mercado da bola, com destaque para o lateral-esquerdo Matías Viña.

Aos 22 anos, ele viveu uma temporada de sonhos ao estrear pela seleção uruguaia principal e ser eleito o melhor jogador do Campeonato Uruguaio. Foram ainda cinco gols em 40 jogos pelo Nacional. Essa ascensão o colocou em evidência na janela de transferências e times brasileiros chegaram a fazer consultas ao Nacional para contratá-lo.

Viña tem contrato até junho de 2021 e é avaliado em 5 milhões de euros (cerca de R$ 22,6 milhões) e o Atlético de Madri deve entrar na disputa. A ideia é ter um reserva para o brasileiro Renan Lod, único lateral-esquerdo de ofício no elenco de Diego Simeone.

No meio de campo, outros dois jogadores criados na base do Nacional conseguiram mostrar protagonismo: o volante Gabriel Neves, de 22 anos, e o meia Santiago Rodríguez, de 19. Neves jogou 30 vezes e marcou dois gols. É um segundo volante, de transição rápida e bom passe.

Já Rodríguez ganhou mais prestígio por brilhar em momentos decisivos do Campeonato Uruguaio. Ele marcou três dos seis gols que fez na temporada nos oito últimos jogos do Nacional. Seu contrato com o clube de Montevidéu vai até junho de 2022.

Outro meia considerado promissor é Pablo García, que tem 20 anos e fez as categorias de base no uruguaio Liverpool e no argentino River Plate. García disputou menos jogos do que os jovens citados acima, mas carrega grandes expectativas para o futuro e tem vínculo até dezembro de 2021. Ele não marcou gols em 12 partidas como profissional.

Além dos garotos, também brilhou pelo Nacional uma dupla de veteranos. Gonzalo Castro, ponta esquerda de 34 anos, entrou para a seleção do Campeonato Uruguaio, enquanto o centroavante Gonzalo Bergessio, de 35, foi vice-artilheiro da competição, com 20 gols. O veterano soma 43 tentos em 90 jogos pelo Nacional, que resolveu estender seu contrato por mais um ano. Pensando na Copa Libertadores da América, o clube também contratou o volante Ayrton Cougo, que foi revelado no Defensor e jogou em 2019 no Libertad, do Paraguai.

Ainda sobre a artilharia, mas fora do elenco do Nacional, outro nome que recebeu os holofotes no Uruguai é o de Ignacio Ramírez. O atacante de 21 anos marcou 24 vezes na liga. Desde que se profissionalizou, em 2016, disputou 121 partidas e anotou 49 gols.

Também do Liverpool veio a revelação do Campeonato Uruguaio: Nicolás Acevedo. O volante se tornou líder da equipe mesmo tendo apenas 20 anos e se destacou também pela seleção sub-20 do país no Sul-Americano e no Mundial da categoria.

Confira a seleção do Campeonato Uruguaio:

Goleiro:
Gastón Olveira - River Plate

Lateral-direito:
Juan Acosta - Cerro Largo

Zagueiros:
Fabrício Formiliano - Peñarol
Emanuel Gularte - Progresso

Lateral-esquerdo:
Matías Viña - Nacional

Meio-campistas:
Facundo Pellistri - Peñarol
Mathias Riquero - Progresso
Facundo Waller - Plaza Colonia
Gonzalo Castro - Nacional

Atacantes:
Ignacio Ramírez - Liverpool
Gonzalo Bergessio - Nacional

Futebol