PUBLICIDADE
Topo

São Paulo acredita que seleção pode valorizar Antony e tenta adiar venda

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

28/12/2019 04h00

O São Paulo sabe que precisa trabalhar no mercado da bola para buscar cerca de R$ 80 milhões e reduzir o seu déficit anual, que está na casa dos R$ 180 milhões. O jogador mais cotado para ser negociado e contribuir com o caixa tricolor é Antony. No entanto, segundo apurou o UOL Esporte, o departamento de futebol não está disposto a fechar uma transferência agora, com os valores que foram sinalizados. Os dirigentes acreditam que o atleta poderá se valorizar ainda mais com a sua participação na seleção olímpica, no início de 2020.

Até o momento, o RB Leipzig se mostrou disposto a desembolsar 18 milhões de euros (R$ 81,54 milhões) para contratá-lo. Já o Borussia Dortmund enviou representantes para acompanhar a partida entre o Tricolor paulista e o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o atacante, de 19 anos, foi o autor do gol da vitória dos donos da casa por 1 a 0.

Além de levar em conta a parte esportiva, os integrantes do departamento de futebol acreditam que o jogador, que foi titular da seleção de André Jardine em outras oportunidades, poderá ficar ainda mais valorizado após defender o país no torneio internacional. Ou seja, uma transferência agora, com tais valores, não seria considerada satisfatória.

Ainda dentro deste plano de valorização do jogador, o São Paulo sempre deu preferência para negociá-lo na janela de transferência do meio de ano, considerada mais nobre para o mercado europeu. Uma possibilidade estudada pelo clube seria a de acertar a saída do garoto e ele só deixar o clube na metade de 2020.

Para tentar reduzir o déficit, o clube pode também negociar outros atletas que não são tão utilizados. Hudson e Jucilei, por exemplo, têm contratos longos e não são considerados titulares absolutos. Nas últimas semanas, o clube também recebeu sondagens por Helinho e Walce, do Red Bull Bragantino. Vale destacar que o zagueiro Walce e Igor Gomes também estão convocados para defender a seleção no Pré-Olímpico de 2020.

O trio deverá se apresentar em 3 de janeiro e a preparação seguirá até o dia 15. No dia 16, a seleção embarca para a Colômbia. Como o torneio internacional será disputado até 9 de fevereiro, caso a seleção participe de toda a competição, os jogadores vão desfalcar o Tricolor paulista nas primeiras cinco rodadas do Campeonato Paulista.

São Paulo