PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Almería aumenta proposta e faz Palmeiras considerar venda de Scarpa

Gustavo Scarpa comemora gol do Palmeiras contra o Grêmio - Pedro H. Tesch/AGIF
Gustavo Scarpa comemora gol do Palmeiras contra o Grêmio Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

28/12/2019 21h57

O Almería aumentou a proposta por Gustavo Scarpa, do Palmeiras. A equipe espanhola ofereceu 7 milhões de euros e a possibilidade de lucrar com uma eventual venda do meio-campista e fez a diretoria palmeirense considerar o negócio.

Isso significa que o Alviverde sairia com pouco menos de R$ 32 milhões inicialmente e ainda poderia aumentar a receita dependendo de uma revenda. Na oferta, o time paulista ficaria com 30% do que superar os 7 mihões de euros em uma eventual próxima transferência.

Ou seja, se o Almería negociar Scarpa por 10 milhões de euros a qualquer momento, os palmeirenses ficariam com 30% dos 3 milhões de euros do lucro do espanhol, o que uma injeção de R$ 4 milhões no acordo.

O Palmeiras já havia recusado 5 milhões de euros e, depois, disse não a uma oferta de 6 milhões de euros. A nova oferta colocada à mesa faz o time paulista considerar a venda.

O Almería ganhou força no mercado após ter ficado sob o comando do mesmo dono do Pyramids, do Egito, e monitora o mercado brasileiro desde então.

O Palmeiras já encaminhou a venda de Artur, por R$ 27 milhões, o empréstimo de Miguel Borja, ao Junior Barranquilla, e agora faria mais uma operação que pode diminuir seus problemas financeiros e aumentar o poder de compra na janela de 2020.

O Alviverde pagou pouco menos de R$ 7 milhões ao Fluminense para encerrar a briga judicial e ficar com 100% dos direitos econômicos do atleta. Em luvas que são divididas por todo o contrato, o acordo havia sido de R$ 27 milhões. Como o pagamento ainda não foi feito em sua totalidade, há a possibilidade de parte dos recebíveis serem reduzidos.

Palmeiras