PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Para deixar Red Bull Bragantino, Zago precisa pagar R$ 3 milhões

Retrato de Antônio Carlos Zago, ex zagueiro e atual técnico do Red Bull Bragrantino - Flavio Moraes/UOL
Retrato de Antônio Carlos Zago, ex zagueiro e atual técnico do Red Bull Bragrantino Imagem: Flavio Moraes/UOL

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

25/12/2019 04h00

Para poder deixar o Red Bull Bragantino e assumir o Kashima Antlers, do Japão, Antônio Carlos Zago precisará pagar multa rescisória de R$ 3 milhões, segundo apuração do UOL Esporte. O time do interior analisa a situação no seu departamento jurídico e, a princípio, não abrirá mão de receber o valor que consta em contrato que valeria até o fim de 2021.

É provável que o time japonês arque com o valor da multa, mas o Red Bull Bragantino ainda não recebeu nenhuma sinalização sobre o tema. O campeão da Série B apenas sabe que seu treinador recebeu a proposta. Pelo lado do treinador, o acerto é considerado questão de tempo, como mostrou o UOL Esporte em reportagem de ontem. Para o comandante, já está tudo certo.

Para 2020, o Red Bull Brasil vai investir pesado para montar um time que poderá jogar de igual para igual com os clubes mais tradicionais do país. No total, a previsão é de que sejam investidos até R$ 200 milhões no projeto no próximo ano. O clube já colocou como meta se manter na Série A do Brasileiro e conquistar uma vaga na Copa Sul-Americana. O Red Bull Bragantino sonda ainda reforços como o zagueiro Walce e o atacante Helinho, ambos do São Paulo.

Futebol