PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Mauro: "Desinteresse da TV pode significar mudança de rumo nos estaduais"

Do UOL

Em São Paulo

24/12/2019 04h00

Classificação e Jogos

Depois de fechar uma temporada com os títulos do Campeonato Carioca, do Brasileiro e da Libertadores, além do vice-campeonato no Mundial de Clubes, o Flamengo não terá o estadual como uma de suas prioridades em 2020 e usará um time formado por atletas sub-23 na maior parte do torneio. E o clube rubro-negro também não terá suas partidas transmitidas, conforme o jornalista Mauro Cezar Pereira explicou no terceiro bloco do podcast Posse de Bola #13 "Perder do Liverpool de igual para igual é suficiente?".

Além de o Flamengo não aceitar a proposta da TV Globo para a transmissão de suas partidas no Campeonato Carioca, a própria emissora não deu demonstrações de que fará esforços para exibir o atual campeão do torneio em 2020, o que Mauro Cezar vê como uma oportunidade de mudança de rota na forma como são realizados os estaduais.

"Não vai ter jogo do Flamengo na televisão no estadual, não houve acordo e pelo jeito a TV Globo também não vai insistir, não. Vai do jeito que está. Isso pode ser um passo importante para que esses campeonatos acabem entrando num outro caminho, porque o que os sustenta esse tempo todo é a televisão. Quando a televisão começa a não se interessar tanto, isso pode significar alguma mudança em breve no calendário do futebol brasileiro", disse o jornalista.

Mauro Cezar sugere como uma das alternativas para mudar o calendário do futebol brasileiro a antecipação do Campeonato Brasileiro e a utilização das Datas Fifa para os estaduais, que seriam realizados ao longo do ano.

"Já que tem essas Datas Fifa e tem o estadual, por que não espalha o estadual pelas Datas Fifa do ano? Seria mais razoável, porque aí você vai desfalcar os times, mas é o estadual, é o torneio menos importante. Começa em fevereiro o Campeonato Brasileiro, aí tem Data Fifa e você vai ter um jogo na quarta e um jogo no domingo pelo estadual", explicou.

"E os times que não estão na primeira, na segunda, na terceira e nem na quarta divisão do Brasileiro, eles vão jogar Copa Rio, Copa São Paulo, Copa não sei o quê, aí cabe à federação montar uma competição para essas equipes terem atividade o ano inteiro. Aí todo mundo fica em atividade, daria calendário para essas equipes durante o ano, divide regionalmente dentro do estado de São Paulo, do Rio de Janeiro para evitar viagens muito caras, como acontece na Inglaterra. Na Inglaterra, a partir da sexta divisão os times são divididos por regiões e o time da nona divisão inglesa joga no ano o mesmo número que um time da primeira divisão", completou.

Posse de Bola volta no dia 6 de janeiro

A segunda temporada do Posse de Bola já está marcada: reestreia na primeira segunda-feira de 2020, no dia 6 de janeiro, a partir das 9h.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola esta disponível, também, nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol