PUBLICIDADE
Topo

Mundial de Clubes - 2019

Klopp elogia Jesus e brinca sobre fama do técnico: "presidente do Brasil"

Jurgen Klopp, técnico do Liverpool, analisou confronto contra o Flamengo - Paul Ellis/AFP
Jurgen Klopp, técnico do Liverpool, analisou confronto contra o Flamengo Imagem: Paul Ellis/AFP

Leo Burlá

Do UOL, em Doha (QAT)

20/12/2019 09h11

Um dia antes da finalíssima de amanhã (21) entre Flamengo e Liverpool, às 14h30 (de Brasília), no Estádio Khalifa, o técnico Jürgen Klopp levantou a bola do colega Jorge Jesus.

O alemão mostrou conhecimento sobre o time rival, elogiou o adversário e brincou sobre o cartaz que o rubro-negro tem após as conquistas do Brasileiro e da Libertadores.

"Se tivesse uma eleição agora, talvez ele pudesse ser presidente do Brasil. Ele tem grandes trabalhos na carreira. O Flamengo tem tudo o que é necessário para um time de futebol. E não estão tão acostumados a perder jogos", disse ele.

Klopp não confirmou se o zagueiro holandês Van Dijk estará em campo amanhã, mas admitiu que há uma diferença no olhar entre brasileiros e ingleses acerca do torneio intercontinental:

Ouvimos quando saímos: "fiquem em casa e joguem a Copa da Liga. Eles ouviram: "voltem como heróis". É uma grande diferença. Mas estamos aqui, queremos vencer uma competição. A visão é diferente agora após uns dias para nós".

O goleiro Alisson também projetou o duelo. Para ele, sua equipe terá pela frente um oponente de força. Torcedor do Inter, ele recordou o Mundial de 2006 e disse estar realizando um sonho de criança.

"É um sonho se tornando realidade, eu tinha 14 anos e vi meu clube sendo campeão como torcedor. Desde então comecei a sonhar com isso. A bola é redonda, gramado é o mesmo mas as características mudam. O Flamengo é experiente, acostumado a vencer e jogar grandes partidas, assim como nós. Espero que seja um grande jogo", disse o brasileiro.