PUBLICIDADE
Topo

Odair Hellmann é apresentado no Fluminense: "Prazer imenso estar de volta"

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

19/12/2019 15h25

Odair Hellmann foi apresentado no Fluminense nesta quinta-feira (19) no CT Carlos Castilho. Vinte anos depois de sua passagem como jogador, o treinador resumiu seu sentimento de estar de volta ao clube.

"Prazer imenso estar de volta a esse clube que tive passagem como atleta, em um momento difícil, onde vivemos momentos felizes. Ganhamos o título, e voltamos ao lugar onde o Fluminense merecia. Foi uma passagem maravilhosa pessoalmente e profissionalmente. Voltar hoje é motivo de orgulho, satisfação, honra e tenho certeza que nós todos faremos um grande trabalho em 2020 para ter o mesmo final feliz daquela trajetória", declarou.

O técnico falou sobre o planejamento para o Mercado da Bola 2020, que já está sendo tocado desde o dia do acerto, quando se reuniu com o presidente Mario Bittencourt e o diretor Paulo Angioni.

"O planejamento já está sendo tocado desde o primeiro dia que conversamos. Esse momento é especulativo, tem coisas distintas, então conversamos sempre para que possamos nos apresentar no dia 8, não fechado, porque o Fluminense não pode se fechar nunca a peças que possam chegar e somar, mas tendo uma ideia inicial. Tem definições para acontecer que a diretoria está fazendo todo o esforço dentro da realidade para manter alguns jogadores que tiveram bom ano de 2019", opinou.

Odair também fez questão de falar sobre Allan e Caio Henrique, com quem já conversou. Sobre a dupla, o treinador fez um apelo para que aceitem a proposta do Fluminense e fiquem no clube em 2020.

"Conversei com eles. E quero mandar o recado: que eles fiquem com a gente, aceitem a proposta, dentro do esforço do clube, além até do que o Fluminense possa, sou testemunha disso. Queremos mantê-los, são importantes. Com eles, partimos de um estágio, sem eles, precisaremos trazer jogadores, com criatividade, buscar entrosamento, dificulta, claro. Aproveito o canal para mandar mensagem já para ficarem conosco. Para já fechar, não é, presidente? Quem sabe já tenha uma notícia para nós. Estamos fazendo todo o esforço para que isso aconteça, mas o Fluminense tem um limite. Conto muito com eles. Não ficando, teremos que buscar novos jogadores, acertar na contratação em um mercado em que não temos condições de fazer compras de valores muito altos", afirmou.

Ainda com indefinições no elenco, Hellmann evitou falar sobre reforços. O treinador foi perguntado sobre uma possível volta do ídolo Fred.

"Vou ser bem objetivo. Sobre jogador que pode vir, sobre especulação, qualquer manifestação pública minha muda nesse sentido. Então essas coisas. Tudo que for relacionado a contratação, conversamos internamente, para não criar uma expectativa externa. Seja o Fred ou qualquer outro", declarou.

Perguntado sobre as dificuldades financeiras, Odair Hellmann acredita que o Flu encontrará soluções para os problemas que vive, lembrando que essa é uma realidade do país e também dos outros clubes.

"Tem poucos clubes que não estão com dificuldades financeiras. A maioria deles estão. Nós que estamos aqui sabemos das dificuldades. O presidente sabe da dificuldade, trabalha com essa realidade, a gente conversou sobre isso, ele foi sincero sobre os aspectos que estão acontecendo. Dinheiro não chove, queria que chovesse, mas não acontece dessa forma. Precisamos desse trabalho de reorganização, a médio e longo prazo vai acontecer, sem mágica. Sei de todas as coisas, mas encontraremos soluções. Vamos buscar e encontrar. A maioria das pessoas do país tem dificuldades financeiras. A questão é se esforçar, ganhar oportunidade, temos que criar esse ambiente positivo. Não tenho dúvida quanto a isso", disse.

Fluminense