PUBLICIDADE
Topo

Irmão de Talles busca lugar ao sol e titularidade no Vasco em 2020

Talles (esq.) e Kaio (dir.): irmãos Magno estão juntos no profissional do Vasco da Gama - Bruno Braz / UOL Esporte
Talles (esq.) e Kaio (dir.): irmãos Magno estão juntos no profissional do Vasco da Gama Imagem: Bruno Braz / UOL Esporte

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

16/12/2019 04h00

Kaio Magno viveu uma reviravolta em sua vida. Quando ainda era chamado de Somália - numa alusão ao ex-atacante de Fluminense, São Caetano e outros -, teve ameaçada sua continuidade no Vasco. Com poucas oportunidades no sub-20, foi emprestado ao Ceará, devolvido tempos depois e se viu diante de uma incerteza sobre seu futuro. Até que, como um furacão, seu irmão caçula desabrochou, mais precisamente no dia 2 de junho de 2019, quando Vanderlei Luxemburgo o colocou em campo no clássico com o Botafogo, ainda com 16 anos.

São somente seis meses como profissional, mas o suficiente para Talles, agora com 17, se tornar um dos jovens mais valorizados do Brasil e como uma multa rescisória de mais de R$ 200 milhões. A reboque da joia, o sol voltou a brilhar para Kaio, que passou a integrar o "pacote Talles Magno".

Foi assim, por exemplo, no processo de renovação de contrato. Agora empresariados por Carlos Leite, os irmãos assinaram juntos em novembro a extensão de seus vínculos, o que deu esperança em Kaio de continuar sua caminhada. Já treinando entre os profissionais e relacionado em algumas oportunidades, ele sonha com sua chance de entrar em campo em 2020.

"O projeto é de viver grandes coisas em 2020, porque sempre foi o que almejei: chegar no profissional e jogar. Eu projeto ter mais oportunidades e, quem sabe, ser titular do Vasco", declarou ao UOL Esporte durante uma tarde de autógrafos com seu irmão em uma loja do clube em Copacabana (RJ).

O sonho maior, porém, é fazer a alegria da família Magno em ter os dois atuando juntos com a camisa do Vasco no profissional:

"Sempre que podemos, nos momentos de fim de semana estamos jogando juntos. A gente se conhece bem. É um sonho de criança e de toda nossa família que possamos jogar juntos".

Na avaliação de Kaio Magno, 2019 foi uma temporada de aprendizado:

"Experiência inesquecível, muito aprendizado. Eu estava no sub-20 com poucas oportunidades e, através de alguns treinos, o Luxemburgo me deu a oportunidade de mostrar meu trabalho em alguns treinos. Acabei tendo a honra de ficar o fim do ano no profissional e aprendi muito com ele, com o elenco também... É só agradecer a Deus e ao Vasco da Gama por isso".

Irmão mais velho era o craque

Kaio, Talles e Kleiton: irmãos garantem que Kleiton é o craque da família Magno - Reprodução / Instagram - Reprodução / Instagram
Kaio, Talles e Kleiton: irmãos garantem que Kleiton é o craque da família Magno
Imagem: Reprodução / Instagram

Hoje Talles Magno já é uma realidade e Kaio gera expectativa, mas o que poucos sabem é que o irmão mais velho da família é que era o craque, pelo menos é o que garante o atacante.

Kleyton também tentou ser jogador, mas a sorte não bateu à porta da mesma forma que com Talles e Kaio. Hoje ele cuida dos negócios da família.

"Ele parou. Está para fazer 24 anos. Ele estava com um projeto de voltar, voltou a treinar com personal, no dia a dia, mas ainda não sei se vai ficar cuidando dos negócios da família ou voltar. Ele foi melhor do que a gente, mas foi Deus que apontou essa oportunidade e agarramos, mas o talento é dele. O mais velho", disse Kaio.

Vasco