PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Sem tempo para troca, Fla leva troféu original da Libertadores para Doha

Gabigol "namora" a taça da Libertadores após conquista - Cris Bouroncle/AFP
Gabigol "namora" a taça da Libertadores após conquista Imagem: Cris Bouroncle/AFP

Leo Burlá

Do UOL, em Doha (QAT)

15/12/2019 13h50

Classificação e Jogos

Campeão da Copa Libertadores desse ano, o Flamengo está "apegado" ao troféu conquistado em Lima, no Peru, após a vitória por 2 a 1 sobre o River Plate (ARG).

Com o Mundial de Clubes já em curso, o Fla embarcou para Doha com a a taça original conquistada no Estádio Monumental. O protocolo apontava que a mesma fosse devolvida no sorteio da próxima edição da competição, que acontecerá na terça-feira (17), mesmo dia da estreia rubro-negra no Qatar.

Na sede da Conmebol, o Rubro-negro devolveria e receberia em troca uma réplica da conquista. Ainda sob a guarda dos campeões, o troféu da Libertadores "deu as caras" hoje (15) na Fan Zone montada no país. Durante o torneio interclubes, essa área recebe atrações musicais e há espaços para lazer e alimentação.

Antes de ficar exposto no evento, o objeto de desejo foi acarinhado por torcedores que estava no hotel da delegação e virou alvo de fotos. Dali seguiu em uma caixa cujo proteção é feita com um molde de espuma com o mesmo recorte da taça.

Já no país-sede da disputa intercontinental, o Flamengo segue amanhã (16) a sua preparação. Às 10h (horário local), o rubro-negro treina no Estádio Abdulla Bin Khalifa. Na terça (17), a equipe encara o Al-Hilal (SAU), às 14h30 (de Brasília), no Estádio Khalifa, em jogo válido pela semi do Mundial.

Flamengo