PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Camisa mítica do Fla de 81 foi feita por ex-mulher de presidente do clube

Adílio comemora gol do Flamengo contra o Liverpool, no Mundial de Clubes de 1981 - Peter Robinson - PA Images via Getty Images
Adílio comemora gol do Flamengo contra o Liverpool, no Mundial de Clubes de 1981 Imagem: Peter Robinson - PA Images via Getty Images

Leo Burlá

Do UOL, em Doha (Qatar)

13/12/2019 04h00

Classificação e Jogos

Às vésperas de um reencontro com o Liverpool, rival na final do Mundial de Clubes, o Flamengo abre o baú do passado e se apega às memórias da final de 13 de dezembro de 1981, quando os rubro-negros venceram por 3 a 0 e conquistaram o mundo.

Em Tóquio, o time de Zico e companhia entrou em campo com um uniforme que ficaria eternizado na lembrança. Vestido com um uniforme branco de mangas compridas, a equipe aniquilou os ingleses, que tentam o troco 38 anos —e alguns dias— depois. Indiretamente, a camisa tem o dedo do ex-presidente Márcio Braga. A pedido da Adidas, fornecedora da época (e também a atual), Elza Maria Braga, ex-mulher do dirigente, foi convidada a desenhar os modelos. Amiga de um diretor da gigante alemã, Elza consagrou as listras largas e fez o "manto sagrado" entrar na história.

"Para mim, é a camisa mais bonita de todos os tempos do Flamengo. Adoro a camisa rubro-negra, mas aquela é incrível. A Elza fez o desenho e a Adidas aprovou. Ela era uma desenhista excelente", recordou Márcio Braga ao UOL Esporte.

O trabalho pontual virou um relacionamento mais longo. Elza foi convidada a trabalhar para a empresa. Contra o Cobreloa (CHI), rival da final da Libertadores daquele ano, o design rubro-negro já tinha a assinatura da desenhista industrial. A versão em mangas longas, no entanto, foi estreada justamente em Tóquio.

Convidado para ser chefe da delegação rubro-negra que irá ao Qatar, Braga, que deve declinar por questões pessoais, confia em um bicampeonato. Presidente com mais títulos pelo clube, ele vê Jorge Jesus como a peça definitiva para o sucesso da equipe.

"O Liverpool é um dos melhores times do mundo, mas tenho a impressão, uma certeza quase absoluta de que vamos ganhar. A chegada do Jesus melhorou enormemente a produção dos nossos jogadores, ele mudou o futebol brasileiro", disse ele.

Se vencer o Al-Hilal (SAU), o Rubro-Negro se prepara para seu mais importante desafio dos últimos 38 anos. De vermelho e preto ou de branco, a missão será repetir o feito do dia 13 de dezembro de 1981.

Flamengo