PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Jorge ou Sidcley? Corinthians prioriza o mais barato no Mercado da Bola

Dínamo de Kiev/Divulgação
Imagem: Dínamo de Kiev/Divulgação

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

12/12/2019 04h00

O Corinthians está focado em contratar Jorge, do Monaco, da França, e Sidcley, do Dínamo de Kiev, da Ucrânia, para reforçar a lateral-esquerda, como revelou o UOL Esporte. O clube paulista avalia os valores para investir em apenas um deles. Não há preferência. A ideia é contratar por empréstimo e fechar com o mais barato.

A situação de Jorge é difícil pois o Monaco pretende negociar o lateral, que já vestiu a camisa da seleção brasileira, em definitivo. Em 2019, o clube francês já emprestou o jogador ao Santos até o fim do ano.

No caso de Sidcley, o negócio também não é simples. A reportagem apurou que o Corinthians tem ciência do valor exigido pelo clube ucraniano para liberar o lateral por empréstimo por uma temporada.

O clube de Parque São Jorge já enviou contraproposta com valor abaixo do que foi pedido pelo Dínamo de Kiev e aguarda uma posição. Enquanto isso, Jorge segue no 'radar'.

Apesar da evolução de Danilo Avelar e, inclusive, a contratação em definitivo do camisa 35, o Corinthians sempre focou em reforçar a lateral-esquerda. No início do ano, o clube paulista negociou o retorno de Guilherme Arana, mas sem sucesso.

Atualmente no elenco, Tiago Nunes pode contar com três jogadores para a posição. Além de Danilo Avelar, o Corinthians tem listados os jovens Carlos Augusto e Lucas Piton —este segundo, aliás, carrega status de 'novo Arana' e é visto como bastante promissor no clube.

Monaco pede R$ 45 milhões por Jorge

A negociação por Jorge só deve ocorrer em caso de empréstimo, já que o Monaco (FRA) pede no Mercado da Bola 10 milhões de euros (cerca de R$ 45 milhões) para vender o lateral, que também desperta interesse do Palmeiras. Ele disputou 34 partidas pelo Santos neste ano, com dois gols marcados e algumas boas atuações. Mas a passagem ficou marcada por um desentendimento com o atacante Sasha, durante clássico contra o São Paulo, no qual chegou a agredir o companheiro. O lado positivo é que Jorge foi eleito o melhor lateral esquerdo do Campeonato Brasileiro no Prêmio Bola de Prata.

Futebol