PUBLICIDADE
Topo

Jonas revela 'mentira' no Santos e diz que queria ter jogado no Corinthians

Jonas, ex-atacante do Benfica - PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP
Jonas, ex-atacante do Benfica Imagem: PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP

Do UOL, em São Paulo

12/12/2019 22h44

Jonas está aposentado e satisfeito com o que conquistou na carreira, mas ainda lamenta por não ter defendido o Corinthians, seu time do coração desde a infância. Além disso, o ex-atacante revelou uma pequena "mentira" que contou em sua chegada ao Santos: para esconder a verdade sobre sua equipe favorita, ele disse que torcia para o Guarani, de Campinas.

"Faltou eu jogar no Corinthians por ser corintiano desde pequeno. Eu tinha uma bandeira da Gaviões da Fiel. Quando eu era pequeno e o Corinthians era campeão, eu saía na carreata na minha cidade e era o primeiro carro com o meu pai, meus irmãos. Eu torcia muito. E eu lembro que eu fui para o Santos. Na apresentação no Santos, a primeira pergunta do repórter foi: para que time você torce? Falei: 'Sou bugrino desde pequeno'", relatou Jonas.

A declaração foi feita em entrevista ao canal "Desimpedidos", do YouTube, que foi publicada em vídeo hoje. O ex-atleta chegou a receber um contato de Ronaldo no fim de 2010, quando o Fenômeno ainda defendia a camisa do Corinthians.

"Eu estava brigando para ser artilheiro do Brasileirão e eu estava concentrado com o Fábio Santos no quarto, e o Douglas entra: 'O Ronaldo me ligou que quer falar com você'. Aí ele [Ronaldo] me ligou: 'E aí, juvenil. Não quer jogar comigo, não?'. Eu respondi: 'Querer eu quero, mas como faço para ir aí?'. Ele ligou para o meu irmão e tal, mas acabou que não aprofundou, mas fiquei felizão. Foi a vez que mais balançou de recusar uma proposta, porque na época eu tinha proposta do Valencia, Lokomotiv Moscou, mas aí não avançou, e a gente acabou indo para o Valencia", concluiu.

Veja a entrevista completa com Jonas:

Futebol