PUBLICIDADE
Topo

Manoel, Digão...7 emprestados do Cruzeiro que podem agitar mercado da bola

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

11/12/2019 04h00

O Cruzeiro terá que se desfazer de alguns atletas para se adequar à nova realidade em 2020. Precisando enxugar os gastos, a diretoria conversará com cada jogador para saber a possibilidade de reduzir os salários. Do contrário, serão negociados no Mercado da Bola. E assim será também com atletas que voltam de empréstimo. Sem manifestar ter planos com nenhum deles, o clube terá a tarefa de achar o destino para sete nomes. Veja quem são:

Manoel e Digão

Zagueiro Manoel - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Dois zagueiros renomados e com história no clube, mas que não fazem parte dos planos da diretoria. Digão volta do Fluminense e tem contrato por mais meio ano. Manoel estava no Corinthians, que pagava parte do seu salário, e o vínculo com o Cruzeiro vai até o final de 2020. Os salários e a alta idade (Digão tem 31 e Manoel, 29) podem ser uma barreira, mas a tendência é que ambos não encontrem dificuldades para achar um novo destino.

Três laterais pela esquerda

As situações de Egídio e Dodô seguem indefinidas, mas a cúpula celeste não deve aproveitar três laterais esquerdos que ficam novamente à disposição. Marcelo Hermes jogou o Brasileirão pelo Goiás e tem contrato com o Cruzeiro até o fim de 2021. Situação parecida vive Patrick Brey, que subiu de divisão com o Coritiba e também tem vínculo até a temporada de 2021 (abril). Por fim, o jovem Victor Luiz é da base celeste e passou a temporada emprestado ao HJK Helsink. O jovem de 22 anos tem contrato até 2020 e foi cedido em julho para assinar com o time da Finlândia até o final deste ano.

Dupla de atacantes

Renato Kayzer - Reprodução site oficial da Chapecoense - Reprodução site oficial da Chapecoense
Imagem: Reprodução site oficial da Chapecoense

Antiga promessa do Cruzeiro, o atacante Judivan, hoje aos 24 anos, não conseguiu se firmar no clube e passou a ser emprestado para outras equipes. Em 2019, ele jogou a Série B com o Paraná. Pelo Cruzeiro, Judivan termina seu vínculo no final do ano que vem. O mesmo aconteceu com Renato Kayzer (23 anos), que chegou em 2018 e foi emprestado por três vezes. A última delas foi para a Chapecoense. Renato é o que tem o contrato mais longo de todos os jogadores que retornam, vinculado com a Raposa até dezembro de 2022.

Cruzeiro