PUBLICIDADE
Topo

"Palestra de Primeira": Por que o palmeirense comemorou a queda do Cruzeiro

Siga o UOL Esporte no

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

09/12/2019 04h00

O Palmeiras venceu o Cruzeiro por 2 a 0 ontem (8), em pleno Mineirão, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, e decretou o primeiro rebaixamento da história da equipe de Belo Horizonte. O time paulista não deu coletiva de imprensa por conta da confusão que estourou no estádio ao fim do jogo. Enquanto isso, torcedores alviverdes adotavam tom de vingança ao relembrar briga protagonizada pelas duas equipes em 2018.

Na ocasião, Sassá desferiu um soco na cara de Mayke, e até mesmo o Cruzeiro usou as suas redes sociais para ironizar com a frase "Um Palestra de Primeira". Naquele confronto, o time paulista acabou eliminado da Copa do Brasil. A felicidade pela "vingança" foi tão grande que fez torcedores do Palmeiras ignorarem totalmente a perda do segundo lugar para o Santos.

Dudu comemorou igual ao Sassá?

Ao fazer o segundo gol, que acabou com qualquer esperança do Cruzeiro, Dudu correu para a bandeira de escanteio e comemorou fazendo o que ficou conhecido como "sarrada no ar". O estilo ficou registrado por Sassá nas suas comemorações de gol. Será que o camisa 7 do Palmeiras quis tirar uma onda?

Cruzeiro tentou antecipar Palmeiras para ter Zé Rafael

Além de Dudu, o outro autor de gol do Palmeiras foi de Zé Rafael. O meio-campista comemorou bastante o seu tento e até tirou o uniforme para comemorar. Quando jogava no Bahia, ele despertou o interesse do Cruzeiro e chegou a ser colocado como alvo do time mineiro. A negociação não deu certo porque o Palmeiras já havia sacramentado o direito de preferência pela compra. Teve até torcedor rival prometendo homenagem ao jogador.

Palmeiras deixa de ganhar R$ 1,6 milhão

Ao não conseguir ultrapassar o Santos na segunda colocação mesmo com a vitória, o Palmeiras deixou de ganhar R$ 1,6 milhão. No Brasileirão, o terceiro colocado tem premiação total de R$ 29,7 milhões. O time da Baixada goleou o Flamengo e ficou com o vice, que dá direito a prêmio de R$ 31,3 milhões. Quem não deixou a oportunidade passar para dar uma zombada foi o torcedor flamenguista.

Palmeiras