PUBLICIDADE
Topo

Luxemburgo elogia torcida do Vasco, mas não garante permanência em 2020

Do UOL, em São Paulo

08/12/2019 18h44

Neste domingo, pouco mais de 67 mil torcedores vascaínos foram até o Maracanã para apoiar o Cruz-Maltino no último jogo do time no Campeonato Brasileiro de 2019. Com muita festa e cantos, a torcida apoiou até o fim e só abaixou a intensidade nos acréscimos, quando a Chapecoense chegou a um improvável empate com Vinicius Locatelli.

Após o empate por 1 a 1, o técnico Vanderlei Luxemburgo, uma das principais peças para a subida de produção do Vasco no segundo semestre do ano, agradeceu a presença da torcida no jogo deste domingo, em que era raro achar um espaço vazio no Maracanã.

"A torcida do Vasco deu demonstração de que entendeu a nossa proposta, que estava com a gente. Voltou a autoestima da torcida, são 170 mil novos sócios-torcedores, sendo que hoje quase bateu o recorde do estádio", afirmou o treinador em entrevista coletiva.

Além de agradecer a torcida, o comandante Cruz-Maltino não confirmou que continuará na equipe no ano de 2020. "Eu quero continuar, o presidente quer que eu continue, mas tem uma série de coisas. Eu não vou falar o percentual, quais as chances de permanecer, mas eu tenho que fazer meu trabalho: planejar o ano seguinte e entregar para a diretoria".

A partida deste domingo, foi de total controle do Vasco, com o gol saindo só aos 35 minutos do segundo tempo por causa do erro de pontaria da equipe Cruz-Maltina. Quando tudo parecia que o jogo terminaria 1 a 0 para os donos da casa, a Chapecoense chegou ao gol de empate nos acréscimos, com Vinicius Locatelli.

Com isso, o Vasco termina o Campeonato Brasileiro na 12° colocação, com 49 pontos, garantido na Sul-Americana do ano que vem. O empate deixou o clima um pouco menos positivo, com algumas frases de impacto da torcida, porém o Cruz-Maltino encerra o ano em alta e com um pouco mais de perspectiva para 2020.

Vasco