PUBLICIDADE
Topo

Adilson lamenta duplo azar com bola do jogo e lesão em derrota do Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

05/12/2019 22h31

Após a derrota do Cruzeiro por 2 a 0 para o Grêmio, o técnico Adilson Batista utilizou as palavras "bola do jogo" várias vezes em sua entrevista. A repetição tem uma justificativa. O lance que o técnico fez referência inúmeras vezes foi um gol perdido por Robinho quando a partida ainda estava empatada. Piro que isso, o meia se lesionou gravemente na ocasião e deixou o time com dez em campo, já que as três alterações já haviam sido feitas.

"Tivemos a bola do jogo e infelizmente tivemos essa lesão. Eu queria ganhar o jogo, a intenção nas trocas era para ganhar o jogo. Evidente que ninguém esperava essa lesão. Até aquele momento nós tínhamos um bom controle do jogo. Depois sofremos um gol de contra-ataque. A gente lamenta, mas o intuito era para ganhar o jogo. Lamentamos, pedimos desculpas ao torcedor. Agora, precisamos dele no domingo para fazer o jogo do ano e que eles também nos ajudem. É o que nos resta", iniciou o técnico.

Ao iniciar o jogo com três volantes, Adilson conseguiu neutralizar as jogadas ofensivas do Grêmio, embora tenha perdido qualidade no setor de criação. Apesar da posse de bola menor, o Cruzeiro foi o único que chegou com perigo na etapa inicial. No segundo tempo, Adilson fez mais duas alterações, além da primeira ainda antes do intervalo, e ficou com dez em campo por mais de meia hora após a saída de Robinho. Com vantagem numérica, o Grêmio conseguiu o espaço que precisava para ameaçar e balançar as redes. Depois de levar o primeiro gol, a Raposa mal teve forças para buscar o empate. Já no final do jogo, veio o golpe fatal que sacramentou a derrota em Porto Alegre.

"A gente suportou bem o jogo e criou. Tivemos a bola do jogo no segundo tempo. Agora é continuar acreditando. Tempo para treinar você não tem. Temos que recuperar os jogadores. O lado emocional é importantíssimo. Então é repouso e conversa para fazer um grande jogo e vencer o Palmeiras no domingo. O torcedor é que vai colocar a bola para dentro", encerrou o treinador.

Com o resultado negativo, o Cruzeiro perdeu mais uma oportunidade de sair do Z-4 e se livrar do rebaixamento com suas próprias forças. Agora, a equipe terá que vencer o Palmeiras de qualquer maneira e ainda torcer para o Botafogo superar o Ceará.

Cruzeiro