PUBLICIDADE
Topo

PM alega falta de estrutura e veta ingresso virtual em jogo do Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

04/12/2019 17h30

Classificação e Jogos

Os milhares de novos sócios Vasco que ainda estão sem carteirinha foram surpreendidos negativamente na manhã de hoje (4) ao saberem que não poderão garantir pela internet seus ingressos para a cobiçada partida deste domingo (8), contra a Chapecoense, no Maracanã. A Polícia Militar, em conjunto com a administração do estádio, vetou a aceitação dos chamados E-Tickets (bilhetes via celular ou papel impresso) por questões de segurança e operacionalização, e o clube decidiu por comercializar as entradas virtuais somente para os associados que já possuem o documento vascaíno.

O inesperado problema causou longas filas no primeiro dia de vendas exclusivas para sócios, uma vez que a grande maioria dos mais de 150 mil associados ainda não possuem a carteirinha física.

O transtorno foi ainda maior para quem mora fora do Rio de Janeiro e não poderá estar nos pontos físicos para garantir seu ingresso. Por conta disso, muitas caravanas de outras cidades e estados estão sendo canceladas.

Comandante do Batalhão Especializado em Policiamento em Estádios (Bepe), o tenente-coronel Silvio Luiz justificou o veto argumentando que não há suporte para aceitar E-Tickets em um jogo onde são esperadas mais de 60 mil pessoas.

"O motivo é que não há suporte para isso. Venho fazendo estudos, analisando câmeras dos jogos e constato que o torcedor ainda não se adaptou ao E-Ticket. Ele retira o celular do bolso na frente da catraca, aí abre o aplicativo, muitas vezes falta sinal e ele não consegue. Outras vezes a tela está com brilho apagado, aí dá o celular na mão da menina, depois ela devolve... Isso gera uma retenção na roleta absurda. Num jogo para 70 mil pessoas há, as vezes, um fluxo de mil pessoas na catraca. Se travar, vai gerar uma fila absurda", disse ao UOL Esporte.

Segundo o tenente-coronel, o próprio Vasco reconheceu que teve uma experiência ruim com E-Ticket na última partida em São Januário, na vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro.

"Para as pessoas, parece que a culpa do problema foi da Polícia, mas isso foi gerado pelo clube. Não foi testado, não jogou no Maracanã para testar... Não dá para fazer de surpresa, com um público enorme. Tem que ser planejado, calculado, não é simplesmente alterar o local para o Maracanã e receber milhares de pessoas por E-Ticket. O próprio Vasco reconheceu que não funcionou isso em São Januário. Muitas pessoas entraram no segundo tempo", disse Silvio Luíz.

O comandante do Bepe ainda ressaltou que nos jogos do Flamengo no Maracanã também não são aceitos E-Ticket. Somente a carteirinha física de sócio ou o ingresso físico.

Já nos jogos do Fluminense, o E-Ticket é permitido somente em partidas de baixo apelo de público.

"Não é questão de veto. O clube é tão responsável quanto os outros órgãos. É muito fácil transferir a responsabilidade", finalizou o tenente-coronel.

Falta de prioridade aos sócios antigos e site congestionado

Longa fila de sócios na loja oficial do Vasco no bairro do Méier, na Zona Norte do Rio de Janeiro - Bruno Braz / UOL Esporte
Longa fila de sócios na loja oficial do Vasco no bairro do Méier, na Zona Norte do Rio de Janeiro
Imagem: Bruno Braz / UOL Esporte

No que compete especificamente ao Vasco, as principais reclamações dos sócios têm sido a falta de prioridade aos associados mais antigos. O programa do clube prega que, quanto maior a frequência nos jogos, maior será sua pontuação (rating) e, consequentemente, isso te permitirá ter prioridade na compra, algo que, segundo os próprios, não aconteceu.

Outra reclamação se deu pelo congestionamento do site. Quem possui os planos que dão 100% de desconto no ingresso precisa acessar o portal e fazer o "check in" para carregar o bilhete em sua carteirinha. Muitos, porém, tentaram por horas e não conseguiram.

O UOL Esporte entrou em contato com a diretoria para saber as justificativas para estes dois temas, mas até o fechamento desta reportagem, não obteve resposta.

A carga total de ingressos será de 70 mil mas, a princípio, cerca de 58 mil serão colocados à venda. O número de bilhetes comercializados, porém, poderá aumentar.

Confira abaixo informações sobre ingressos para Vasco x Chapecoense

IMPORTANTE: Por definição de segurança da administração do estádio não haverá utilização de e-ticket (celular ou impresso). A venda pela internet será feita SOMENTE para sócios que possuem carteirinha. E o acesso ao estádio será feito SOMENTE com carteirinha de sócio ou ingresso físico. O sócio que tiver perdido a sua carteirinha precisa ir ao atendimento presencial para fazer a segunda via.

IMPORTANTE II: Os dias 4 e 5 de dezembro serão de vendas EXCLUSIVA para sócios em São Januário, na Sede Náutica da Lagoa e nas Lojas Gigante da Colina. Mais informações abaixo.

Pré-Venda

São Januário:

04 e 05/12 (10h às 17h) - Exclusiva para Sócios

Bilheteria Mega Loja
Bilheteria 21


06 e 07/12 (10h às 17h)

Bilheteria 09: Torcida Vasco
Bilheteria Mega Loja: Sócio
Bilheteria 21: Sócio
Bilheteria 11: Gratuidade

Sede Náutica da Lagoa:

04 e 05/12 (13h às 17h) - Exclusiva para Sócios

06 e 07/12 (10h às 17h) - Sócio Gigante e Torcida do Vasco

Maracanã:

06 e 07/12 (10h às 17h)

Bilheteria 2: Sócio Gigante e Torcida Vasco

Lojas Gigante da Colina:

04 e 05/12 - Exclusiva para Sócios (confirmar os horários de funcionamento nas lojas)

06 e 07/12 - Torcida Vasco e Sócio Gigante (confirmar os horários de funcionamento nas lojas)

Colina Méier
Rua Dias da Cruz, 298 (Méier) - 2591-9448

Colina Niterói
Rua Presidente Becker, 195 (Icaraí) - 2610-7400 - não abre 17/11

Colina Rio Shopping
Estrada do Gabinal, 313 (Jacarepaguá)3988-2688 - não abre 17/11

Shopping Guadalupe
Avenida Brasil, 22.155 (Guadalupe) - 3178-8672

Colina Norte Shopping
Av. Dom Helder Câmara, 5474 (Cachambi) - 3239-5391

Via Parque Shopping
Av. Ayrton Senna, 3.000 (Barra da Tijuca) - 3217-2164

Shopping Boulevard
Rua Barão de São Francisco, 236 (Vila Isabel) - 3173-7025

Colina Copacabana
Rua Figueiredo de Magalhães, 286/loja C (Copacabana) - 2235-0942

Colina Campo Grande
Estrada do Monteiro, 1200/loja 201 T (Campo Grande) - 2414-7327

VENDAS - DIA DO JOGO - 08/12/19

MARACANÃ

Bilheteria 1: Torcida Vasco (10h às 16h45)
Bilheteria 2: Sócio Gigante (10h às 16h45)


OUTRAS INFORMAÇÕES

MEIA-ENTRADA - DE ACORDO COM O DECRETO 8.537/2015 QUE REGULAMENTA AS LEIS 12.852 E 12.933, A MEIA-ENTRADA ESTÁ LIMITADA A 40% DA CARGA DE VENDA.

? Estudantes: de Instituições públicas ou particulares, mediante a apresentação dos seguintes documentos: carteirinha escolar carimbada com foto e validade ou CPF e RG original ou cópia autenticada; declaração escolar, com validade de 90 dias que antecede a data da partida, com RG original.
? Jovens até 21 anos: possuem o benefício da meia-entrada, sendo obrigatório apresentar, na compra e no acesso ao estádio, o CPF e RG original ou cópia autenticada. LEI 3364/00.
? Professor da Rede Pública Municipal


GRATUIDADE:

NO DIA DO JOGO NÃO HAVERÁ DISTRIBUIÇÃO DE GRATUIDADE

Gratuidade poderá ser retirada APENAS EM SÃO JANUÁRIO NO SETOR SUL e NORTE: a retirada da gratuidade estará disponível nos dias 06 e 07/12, na Bilheteria 11 de São Januário, mediante apresentação do CPF e RG original ou cópia autenticada.

? Idoso: conforme estabelece o Estatuto do Idoso, torcedores com idade igual ou superior a 65 anos não pagam ingressos. Para retirar sua gratuidade e ter acesso ao estádio, resgate antecipadamente na bilheteria, portando seu CPF e RG original ou cópia autenticada.
? Crianças: torcedores menores de 12 anos não pagam ingressos, apresentando CPF e RG original ou cópia autenticada. O seu representante legal deverá retirar a gratuidade do menor nas bilheterias de São Januário. Torcedores que tiverem completado 12 anos pagam preço de meia-entrada. O representante legal deverá apresentar ou adquirir no ato ingresso para o mesmo setor da gratuidade.
? PNE (Portadores de Necessidades Especiais): possuem direito à gratuidade mediante apresentação de documentação que comprove o benefício.

Vasco