Topo

UOL Esporte vê TV


Casão critica palmeirenses após novo caso de 'expulsão' de torcedores

Casagrande participa do Globo Esporte - Reprodução/TV Globo
Casagrande participa do Globo Esporte Imagem: Reprodução/TV Globo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/12/2019 14h00Atualizada em 03/12/2019 14h38

Presente no Globo Esporte SP desta terça-feira, Walter Casagrande se indignou com outro caso de 'expulsão' de torcedores do estádio por membros da própria torcida, durante a derrota do Palmeiras para o Flamengo, por 3 a 1, no último domingo. Após ver o vídeo onde dois torcedores - por não usarem a camisa dos donos da casa e não estarem cantando - são intimidados por alviverdes, o comentarista, citando Milton Nascimento, condenou a 'intolerância total'.

"Eles não representam ninguém. Não o torcedor do Palmeiras, eles não representam o ser humano. Aquilo ali não é questão de você torcer ou não torcer, é a questão de você dominar um espaço público. Então, as pessoas só podem entrar lá do jeito que essas pessoas quererm, mesmo pagando ingresso?", questionou Casão.

"Isso aí é uma questão que está acontecendo no mundo. Esse tipo de comportamento está evoluindo, de intolerância total. Alguma coisa tem que acontecer. A sociedade tem que se manifestar. Só não pode aceitar uma sacanagem como coisa normal", completou.

"O que me surpreende, Casão, é ninguém defender...", disse o apresentador Felipe Andreoli que, ontem, se irritou ao ver um senhor ser expulso do estádio alviverde por, em forma de protesto, ler um livro enquanto a bola rolava.

"Tem uma frase da música do Milton Nascimento 'Bola de Meia, Bola de Gude' que é: 'Eu não consigo aceitar qualquer sacanagem como coisa normal'. E eu acho que o brasileiro está aceitando todas as sacanagens como coisas normais", concluiu o ex-jogador.

Através de uma nota oficial, o Palmeiras repudiou o ocorrido, se comprometendo a expulsar os torcedores envolvidos na opressão, caso sejam sócios.

UOL Esporte vê TV