Topo

Palmeiras renegocia pagamento de luvas para mais da metade do elenco

Parte do elenco teve o pagamento das luvas adiada para facilitar o fluxo de caixa - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Parte do elenco teve o pagamento das luvas adiada para facilitar o fluxo de caixa Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

02/12/2019 15h25

O Palmeiras adiou o pagamento de luvas para pelo menos metade de seu elenco, conforme apuração do UOL Esporte. No total, o montante ultrapassa os R$ 10 milhões. É importante destacar que os salários em carteira e os direitos de imagem estão em dia.

A justificativa dada aos atletas é que o depósito será feito depois do combinado para facilitar o fluxo de caixa. O Palmeiras confirma a versão apurada pela reportagem, mas não quis dar detalhes de quais os jogadores que estão nesta espera e dos motivos para a decisão.

Luvas são uma espécie de "prêmio" que os jogadores recebem a cada acerto de contrato, seja de transferência ou de renovação. Normalmente, o valor é acertado conforme o tempo do vínculo e dividido em parcelas.

Os que estão com pagamento adiados, segundo apuração da reportagem com pessoas próximas dos atletas, são os seguintes: Dudu, Hyoran, Willian, Felipe Melo, Thiago Santos, Zé Rafael, Bruno Henrique, Gustavo Scarpa, Deyverson, Borja, Mayke, Marcos Rocha, Vitor Hugo, Weverton e Jailson.

O Palmeiras fechou o mês de agosto com mais de R$ 30 milhões de déficit e se aproxima de uma dívida acumulada em 2019 de R$ 40 milhões.

Pagamento de dívidas feitas por gestões anteriores, arrecadação de bilheteria inferior ao previsto e queda em fases preliminares de competições como Libertadores e Copa do Brasil, além da perda do título do Brasileirão são algumas das justificativas para o problema financeiro.

Palmeiras