Topo

Futebol


Máfia roubou Bola de Ouro que Maradona ganhou após ser campeão do mundo

Diego Maradona posa com a Bola de Ouro que levou por seu desempenho na Copa do Mundo de 1986 - Jean-Jacques Bernier/Getty Images
Diego Maradona posa com a Bola de Ouro que levou por seu desempenho na Copa do Mundo de 1986 Imagem: Jean-Jacques Bernier/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

02/12/2019 15h58

O astro argentino Diego Maradona ganhou apenas uma Bola de Ouro ao longo de toda sua vitoriosa carreira. O ex-meia atuou numa época em que a revista France Football, responsável por entregar o troféu ao destaque da temporada, premiava apenas atletas europeus. Com isso, ele só recebeu o prêmio em 1995, quando a publicação deu o prêmio como uma espécie de "reparação histórica".

No entanto, o jogador foi escolhido como o melhor do mundo pela Fifa em 1986, ano em que encantou os fãs de futebol com suas atuações acima da média na Copa do Mundo daquele ano, que foi disputada no México.

Só que um caso inusitado levou o atleta a perder o tão desejado prêmio. Ao voltar para a Itália, onde atuava pelo Napoli, o camisa 10 argentino decidiu depositar o prêmio junto com outras joias, como relógios de muito valor, no Banco de Nápoles. O que ele não esperava é que o local seria alvo de assaltantes três anos depois, que acabaram levando todos seus pertences.

O destino da Bola de Ouro recebida por Maradona só foi conhecido em 2011, quando um capo da máfia napolitana chamado Salvatore Lo Russo foi preso. Na ocasião, o criminoso revelou que, no início da década de 90, tentou ajudar o astro argentino a recuperar seus pertences.

Lo Russo explica que, quando entrou em contato com o grupo que havia cometido o roubo, descobriu que o prêmio já havia sido derretido e transformado em lingotes de ouro para ser vendido, dando fim aos planos de Maradona de reaver seu merecido prêmio.

Futebol