Topo

Futebol


Renato fala em profissionalismo e garante time titular em Grêmio x Cruzeiro

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

01/12/2019 22h10

Renato Gaúcho garantiu: mesmo classificado à fase de grupo da Libertadores, o Grêmio usará titulares diante do Cruzeiro na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Nas palavras do treinador, a escalação de Geromel e companhia se dá pelo profissionalismo do clube gaúcho e liquidar chance de críticas ou leituras de favorecimento ao time mineiro.

A vitória de 3 a 0 em cima do São Paulo foi construída com dois gols de Luciano e desvio contra de Vitor Bueno. Assim, o Grêmio chegou a 62 pontos e carimbou ida à fase de grupos.

"Eu poderia muito bem chegar a pedir dispensa, mas não vou fazer isso pelo profissionalismo. Temos um jogo importante na quinta-feira e para as pessoas não falarem que estou beneficiando Cruzeiro ou Ceará vamos fazer jogo normal na quinta-feira. Até quinta-feira vou fazer jogo para ninguém falar nada. Faço o jogo de quinta-feira e depois tenho outra conversa com o presidente", disse Renato Portaluppi.

O Cruzeiro joga diante do Vasco, nesta segunda-feira, no complemento da 36ª rodada. Na quinta-feira, entra em campo na Arena do Grêmio em mais um episódio na luta contra a queda.

"É mais um jogo, somos profissionais. Não vai ser o Grêmio que vai rebaixar o Cruzeiro. Alguém vai apagar a luz, digamos assim. O rebaixamento de um clube é aquilo que ele faz em todo o campeonato. O clube é rebaixado no campeonato todo. Não vai ser o Grêmio, Santos, São Paulo. O clube se rebaixou durante o campeonato todo. Você não é rebaixado em uma partida, mas no campeonato todo. O Grêmio ainda briga por valores no Campeonato Brasileiro, temos uma briga pau a pau com o Athletico. A gente não quer saber se vai ser o Cruzeiro. É o Cruzeiro? É. Ele tem seus objetivos e o Grêmio os dele. Não vai ser o Grêmio que vai rebaixar o Cruzeiro. Ninguém cai em um jogo só. Ninguém aqui está pensando em correr mais para rebaixar o Cruzeiro pela copa do Brasil. Nada disso. Adoro o Cruzeiro, a torcida, joguei lá. Mas sou profissional. No próximo jogo, o Grêmio vai jogar como sempre. Vai jogar para vencer. Se acontecer, não venham dizer que o Grêmio rebaixou o Cruzeiro. Uma hora alguém apaga a luz, mas não é assim de rebaixar em um jogo", declarou o treinador do Grêmio.

Futebol