Topo

Fla de Jesus derruba 2º técnico do Palmeiras; já são 4 vítimas no BR-2019

Do UOL, em São Paulo

01/12/2019 19h11

O Flamengo mantém seu estilo demolidor de treinadores do Brasileirão. Depois de bater o Palmeiras por 3 a 1 em pleno Allianz Parque, o time carioca viu o técnico Mano Menezes ser demitido do comando da equipe alviverde. Ele é o quarto a perder o emprego após um revés para os rubro-negros.

Com Jorge Jesus à frente do time, o Flamengo já havia sido responsável pela queda de Luiz Felipe Scolari no primeiro turno, após um triunfo por 3 a 0 no Maracanã, em jogo válido pela 17ª rodada. Fábio Carille, do Corinthians, e Adilson Batista, do Ceará, também tiveram o mesmo destino.

Vale lembrar que Felipão e Carille foram campeões brasileiros em 2018 e 2017, respectivamente.

A demissão de Carille aconteceu depois de um goleada por 4 a 1 do Flamengo sobre o Corinthians no Maracanã, na 30ª rodada, no começo do mês passado. Na 35ª rodada, o time carioca repetiu o placar diante do Ceará, novamente no Maracanã.

Mano Menezes comandou o Palmeiras por menos de quatro meses. Ele tinha contrato até o fim de 2021. O valor da multa rescisória é de um salário, a mesma de Felipão. Com Mano, o time alviverde venceu 11 jogos, com cinco empates e quatro derrotas.

O Palmeiras soma 68 pontos no Brasileirão e ocupa a terceira posição. Com a vitória como visitante, o Flamengo abriu 19 pontos de vantagem na liderança. Os palmeirenses podem ver ainda o Santos se isolar na segunda posição - os santistas têm os mesmos 68 pontos e enfrentam a Chapecoense neste momento.

Flamengo