Topo

Futebol


Como o 'camisa 9' foi de problema a solução em novo Corinthians

Gustagol comemora ao abrir o placar para o Corinthians contra o Avaí na Arena - Bruno Ulivieri/AGIF
Gustagol comemora ao abrir o placar para o Corinthians contra o Avaí na Arena Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

01/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Tudo mudou, principalmente, para Boselli e Gustagol, desde que Coelho assumiu
  • Boselli já marcou três gols em cinco jogos da "era Coelho". E ele só jogou 4
  • Reviravolta dos camisas 9 faz Corinthians não colocar centroavante em lista de reforços
  • Trio Boselli, Gustagol e Love sequer estavam garantidos para a temporada 2020

A posição de centroavante deixou de ser um problema para virar solução no Corinthians. A evolução dos camisas 9 é tão grande após Dyego Coelho assumir o time interinamente, que a comissão técnica ainda não definiu qual será o centroavante que inicia o jogo contra o Atlético-MG, hoje (1º), no estádio Independência, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Gustagol, que abriu o placar contra o Avaí e ainda deu assistência para o segundo gol, e Boselli, que fechou o placar com belo gol de peito, brigam pela posição. Aliás, o argentino marcou três gols em cinco partidas sob o comando de Dyego Coelho. Vale lembrar que, lesionado, ele não enfrentou o Botafogo.

A reviravolta no desempenho dos 'camisas 9' do Corinthians tem a influência do técnico interino Coelho. O treinador prioriza um sistema de jogo bastante ofensivo, e o time agora joga bastante no campo do adversário. Com isso, a bola chega com mais facilidade para os centroavantes finalizarem. Antes, sob o comando de Fábio Carille, o argentino Boselli reclamou que o esquema de Carille atrapalha o seu futebol, pois a bola quase não chegava ao ataque.

Centroavante está fora da lista de reforços

O bom desempenho de Boselli e Gustagol nos últimos jogos faz a diretoria do Corinthians não se preocupar em contratar um novo camisa 9 para a próxima temporada. Além da dupla, Vagner Love hoje briga por fora por uma vaga no time.

Tiago Nunes chegou a cogitar alguns centroavantes em suas conversas com a diretoria, mas pediu como prioridade um atacante de lado e um meia que atua centralizado. Antes do camisa 9, as posições de lateral-esquerdo, zagueiro e até volante estão à frente.

Desta forma, cabe a Boselli e companhia manter o bom desempenho para que Tiago Nunes mire o alvo para outros setores do time. Com isso, eles podem permanecer no elenco e ainda evitar concorrentes.

Há pouco tempo, aliás, o trio de centroavantes nem garantido estava para 2020. Boselli cogitou sair por conta de Fábio Carille, enquanto Gustagol e Vagner Love podem entrar na lista de atletas que podem ser utilizados como "moeda de troca". No momento, a ideia é manter os três.

Futebol