Topo

Futebol


Coelho ganha moral no Corinthians com autoridade, treinos e até palavrões

Dyego Coelho, técnico interino do Corinthians até o fim da temporada 2019 - Jr.Daniel Augusto/Corinthians
Dyego Coelho, técnico interino do Corinthians até o fim da temporada 2019 Imagem: Jr.Daniel Augusto/Corinthians

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

30/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Autoridade de Coelho chama a atenção de dirigentes e comissão técnica
  • Coelho ensina, corrige e dá broncas até em atletas mais experientes do elenco
  • Time nunca treinou tanto este ano. Já foram 3 jogos-treinos em duas semanas
  • Atletas revelam que não houve treino-tático antes de decisão contra Del Valle
  • Time de Coelho já venceu 2 jogos por três gols em apenas 5 partidas

O técnico Dyego Coelho está com muita moral no Corinthians. O interino recebe muitos elogios internamente entre dirigentes, atletas e profissionais da comissão técnica. Segundo apurou o UOL Esporte, o que mais chama a atenção de todos é a autoridade do jovem treinador com o elenco corintiano.

Coelho ensina, corrige e dá broncas até nos atletas mais experientes do elenco. Durante os treinamentos, seja aberto ou fechado aos jornalistas, o treinador grita com os atletas e não poupa sequer os palavrões.

Dyego Coelho tem apenas 36 anos, mas o grupo respeita a sua autoridade, principalmente por conta dos treinamentos. Em apenas duas semanas, ele já realizou três jogos-treinos, além de diversos técnicos táticos técnicos.

O objetivo com os jogos-treinos é acelerar o ritmo de jogo dos atletas e entrosar o time com mais rapidez. Os jogadores, inclusive, alegam que nunca treinaram tanto este ano como na reta final do Brasileiro, sob o comando de Coelho.

A reportagem ainda apurou que houve uma conversa recentemente em que atletas, profissionais e dirigentes do clube, lembraram que Fábio Carille, demitido, evitou comandar um treino tático na véspera do jogo de ida, contra o Independiente del Valle, pela semifinal da Copa Sul-Americana. O Timão perdeu por 2 a 0 em plena Arena.

Coelho prioriza treinos com simulações de jogos. Em cinco jogos, ele já testou mais de cinco esquemas táticos: 4-1-4-1, 4-2-3-1, 4-4-2, losango, entre outros. O interino até escalou o time com dois centroavantes neste período.

Em apenas cinco jogos no comando da equipe, o interino já venceu dois jogos marcando três gols. Além da vitória por 3 a 0 contra o Avaí, na última quarta-feira (27), na Arena de Itaquera, o Timão já havia vencido o Fortaleza por 3 a 2 com Coelho no banco de reservas. Com Fábio Carille, em 66 jogos, o Alvinegro venceu apenas três jogos com três ou mais gols de diferença.

Para o duelo contra o Atlético-MG amanhã (1º), às 18h (de Brasília), no estádio Independência, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, Coelho realizou um jogo-treino na quinta-feira (28) e um tático ontem. Hoje (30), o treinador ainda comanda mais um tático antes da viagem para a Belo Horizonte.

Futebol