Topo

Menos de 48h após deixar CSA, Argel exalta "massacre" em estreia no Ceará

do UOL, em São Paulo

30/11/2019 22h41

Após um treino e menos de 48 horas da contratação, Argel Fucks tentou ajudar o Ceará a se afastar da zona de rebaixamento do Brasileirão na partida contra o Athletico-PR neste sábado (30), na Arena Castelão. A equipe chegou muito perto de conseguir os três pontos com um gol de Mateus Gonçalves aos 43 do segundo tempo, mas o adversário paranaense surpreendeu aos 48 com o empate de cabeça por Madson.

Argel entrou em campo pedindo equilíbrio e motivação: "Precisamos estar equilibrados, concentrados, motivados e concentrados para buscar o resultado.". Agitado e falante o técnico gritou durante, literalmente, todo o jogo. O resultado do comportamento resultou em advertência pela arbitragem no início da partida e duas camisas ensopadas com suor do treinador.

As orientações foram colocadas em prática pelo Ceará principalmente no segundo tempo, mas o empate no final tirou o respiro de salvação da equipe. Mateus Gonçalves, autor do gol que deu esperança ao Ceará lamentou a chance perdida por pouco: "Inacreditável, mas precisamos levantar a cabeça. Fiz o gol, consegui ajudar, querendo ou não é um ponto."

O novo técnico do Ceará se mostrou satisfeito com a atuação do time na segunda metade da partida, e ressaltou a qualidade do goleiro adversário: "Primeiro tempo foi equilibrado, não conseguimos agredir muito. E o segundo tempo um massacre, o Ceará massacrou no segundo tempo. O Santos fez chover hoje aqui, o Santos levou o nome de santo mesmo, o que ele fez foi milagroso, é o melhor goleiro do Brasil disparado. Nós temos que dar mérito para o adversário."

Argel disse estar satisfeito com a exibição de um time diferente, mas não com o resultado. Com mais dois jogos pela frente: contra o Corinthians na quarta-feira (4) no Castelão, e contra o Botafogo no domingo (8), o time cearense precisa correr atrás de mais pontos para não cair na zona da degola sendo ultrapassado pelo Cruzeiro, que joga segunda-feira contra o Vasco.

Ceará