PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Marcos relembra falha em Mundial e ganha apoio de Alex: "também errei"

Do UOL, em São Paulo

30/11/2019 14h59

Neste sábado (30), completam-se duas décadas da derrota do Palmeiras para o Manchester United, pelo placar de 1 a 0, no Mundial de Clubes de 1999. No Estádio Olímpico de Tóquio, no Japão, o 'vilão' da noite acabou sendo o goleiro Marcos, na época com 26 anos de idade, que falhou no único gol do jogo, marcado pelo ex-meio-campista irlandês Roy Keane. Em postagem no Instagram, o ex-goleiro do Verdão relembrou a partida, assumindo a culpa pela derrota para os britânicos.

Na mesma publicação, o ídolo alviverde aproveitou para recordar a fratura de punho que quase o tirou dos gramados precocemente, logo depois do Mundial. Como redenção da falha e superação da lesão, o ex-arqueiro, hoje com 46 anos, destacou a conquista Copa do Mundo de 2002, na qual se tornou um dos grandes nomes da seleção pentacampeã.

"Nessa mesma data, 20 anos atrás, por um erro meu, perdemos a final do Mundial de Clubes para o Manchester. Depois disso, fraturei meu punho e não sabia se iria voltar a jogar futebol. Mas jamais questionei meu Deus. Voltei e, depois de anos difíceis, chegou 2002! São campeonatos iguais? Não! São bem diferentes! E, com todo respeito aos dois torneios, acho que Deus me deu aquele que eu merecia!", escreveu Marcos, juntamente à publicação de duas fotos: uma do elenco do United campeão mundial, e outra de si mesmo, com a taça da Copa de 2002.

Nos comentários, o ex-meio-campista Alex, que também fazia parte do elenco do Palmeiras que enfrentou o time inglês, fez questão de isentar o companheiro, exaltando a importância do mesmo na trajetória do Verdão até o Mundial.

"Você errou naquela noite? Errou! Mas se estávamos lá, era muito por seus milagres. Também errei, meu amigo. Tive uma chance clara em meu pé esquerdo. E errei! Você foi um monstro. Quando me falam seu nome, vêm vários lances em minha cabeça antes desse que você citou... Lá chegamos por várias coisas boas que fez. Sou seu fã, meu amigo... Muita luz sempre", respondeu o atual comentarista de TV.

Futebol