Topo

Santos perdeu somente dois dos últimos 15 jogos, ambos com falso lateral

Sampaoli reclama na beira do campo durante jogo do Santos - Ivan Storti/Santos FC
Sampaoli reclama na beira do campo durante jogo do Santos Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

29/11/2019 04h00

O Santos foi derrotado pelo Fortaleza na noite de ontem por 2 a 1, no Castelão, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi apenas a segunda derrota do Peixe nas últimas 15 partidas e, curiosamente, ambas ocorreram quando o técnico Jorge Sampaoli optou pelo esquema com um falso lateral.

Dentro desse período, a outra derrota santista se deu diante do Atlético-MG, no Independência, quando Lucas Veríssimo foi escalado na lateral direita da defesa. Foram nove vitórias, quatro empates e duas derrotas nas últimas 15 partidas.

Em outros dois jogos o Peixe foi a campo sem dois laterais de ofício: diante do Ceará, na Vila Belmiro, e contra o Fluminense, no Maracanã. Contra o clube do nordeste, o técnico Jorge Sampaoli não escalou nenhum lateral, mandando o Peixe a campo com três zagueiros em suas funções básicas, abrindo Pituca e Sánchez pelos lados do campo.

Já quando enfrentou o Fluminense, Sampaoli optou por Veríssimo na lateral direita, enquanto Felipe Jonatan, que já foi meia e até ponta, fez sua função primária como lateral-esquerdo.

Com a derrota no Ceará, o Peixe adiou o objetivo de alcançar a melhor campanha da história do clube nos pontos corridos com 20 clubes: 71. A marca é um dos objetivos de Sampaoli para o final do ano, além de garantir o segundo lugar do torneio nacional.

O treinador não comandará o Santos neste domingo, às 19h, contra a Chapecoense, na Vila Belmiro, pela 36ª rodada do Brasileirão, pois recebeu o terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão automática. Além dele, Luan Peres, Jean Mota, Pará e Soteldo também desfalcam a equipe por suspensão.

Santos