Topo

Futebol


Disputa à vista? Revelação da Série A entra na mira de trio de clubes de SP

Michael comemora gol do Goiás contra o Corinthians - Heber Gomes/AGIF
Michael comemora gol do Goiás contra o Corinthians Imagem: Heber Gomes/AGIF

Danilo Lavieri, Eder Traskini e Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo e em Santos

29/11/2019 04h00

Se os clássicos dentro de campo estão próximos de acabar neste Brasileirão, pelo menos um jogador promete esquentar a disputa entre três dos quatro grandes de São Paulo fora das quatro linhas: Michael, do Goiás. O atacante está entre as principais revelações do torneio e entrou na mira de Corinthians, Palmeiras e Santos.

Enquanto o Peixe vê o jogador mais distante diante do alto valor que envolveria sua contratação, Palmeiras e Corinthians mantêm o atleta no radar. Ambos sabem que a pedida do Goiás será alta diante do bom campeonato que Michael faz, mas já discutem se valeria a pena viabilizar um acerto.

No Palestra, o medo é justamente a origem do atleta: o Goiás. O Verdão não vem tendo sucesso quando contrata apostas que se destacam no Esmeraldino. Erik e Carlos Eduardo são os casos mais recentes e que fazem a diretoria alviverde pensar duas vezes antes de um novo investimento.

Pelos lados do Corinthians, o nome do atacante tem grande aceitação dentro da diretoria e comissão técnica, mas o valor ainda gera dúvidas. A multa rescisória de Michael se aproxima dos R$ 50 milhões e o time goiano é conhecido por não facilitar nenhuma negociação.

O Santos tentou a contratação de Michael no início da temporada por indicação do técnico Jorge Sampaoli. O argentino acreditava no futebol de Michael, mas o Peixe achou alta a pedida do Goiás, de cerca de 30 milhões. O valor correspondia a multa rescisória do atleta e os goianos não tinham intenção de liberá-lo nem mesmo por esse valor, pois acreditavam que o atacante estaria ainda mais valorizado após a disputa da Série A. Acertaram.

Após o golaço anotado por Michael na vitória do Goiás por 2 a 1 sobre o Internacional, na última quarta-feira, o nome do atleta voltou a ser falado entre diretores do Santos, que chegaram a sondar o empresário do jogador, mas logo classificaram o negócio como praticamente impossível.

Michael fez 33 jogos na Série A do Brasileirão e anotou nove gols. Ao lado do goleiro Tadeu, é o principal destaque da campanha do Esmeraldino no torneio, que ainda pode levar a equipe para a Libertadores da América.

Futebol