Topo

Liga dos Campeões 2019/2020


City cede empate ao Shakhtar, mas avança como 1º do grupo na Champions

Gabriel Jesus disputa a bola com Alan Patrick em Manchester City x Shakhtar Donetsk - Paul ELLIS / AFP
Gabriel Jesus disputa a bola com Alan Patrick em Manchester City x Shakhtar Donetsk Imagem: Paul ELLIS / AFP

Do UOL, em São Paulo

26/11/2019 18h50

O Manchester City só empatou com o Shakhtar Donetsk por 1 a 1 hoje, na Inglaterra, mas garantiu vaga nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. A partida, que teve ritmo morno, contou com gols de Gundogan em boa jogada de Gabriel Jesus, autor da assistência, e de Solomon.

O resultado classificou o City na liderança do Grupo C com 11 pontos, cinco a mais do que o time ucraniano. Como só resta um jogo, o Shakhtar não pode mais alcançar os ingleses na ponta - e, com apenas um ponto a mais do que o Dinamo Zagreb, ainda não está classificado para as oitavas.

Na próxima (e derradeira) rodada da fase de grupos, o Manchester City, que ainda não foi derrotado, visita o Dinamo Zagreb em 11 de dezembro; no mesmo dia, o Shakhtar recebe a Atalanta.

A partida deixou a desejar em termos de intensidade, mas, graças a uma jogada que destoou de outras construções ofensivas, o Manchester City enfim encontrou o gol aos 11 do segundo tempo. De Bruyne deu belo passe para Gabriel Jesus, que dominou e controlou a bola entre dois zagueiros e rolou para trás. Gundogan, bem posicionado, concluiu para a rede.

Gundogan recebeu assistência de Gabriel Jesus e marcou para o City - Alex Livesey - Danehouse/Getty Images
Gundogan recebeu assistência de Gabriel Jesus e marcou para o City
Imagem: Alex Livesey - Danehouse/Getty Images

Por outro lado, um cruzamento de Gundogan nas mãos de Pyatov rendeu ao Shakhtar sua primeira grande chance do jogo. Afinal, aos 14 do primeiro tempo, no contra-ataque decorrente deste lance, Ederson saiu atrapalhado da área, falhou na reação como "goleiro líbero" e deixou o gol livre.

O brasileiro Tetê aproveitou a falha do compatriota, carregou a bola rapidamente e finalizou com a meta aberta. A sorte do City estava nos pés de outro brasileiro, já que Fernandinho, que fez boa partida, conseguiu dar um carrinho no momento certo para evitar o gol.

Tetê não teve sucesso na primeira tentativa, mas foi fundamental na segunda oportunidade. E a jogada (que foi o primeiro ataque do Shakhtar no segundo tempo, já aos 25 minutos) teve assinatura brasileira: de Alan Patrick para Tetê, e a abertura na direita para Dodô. O lateral brasileiro cruzou rasteiro e encontrou Solomon, que empatou.

Jogadores do Shakhtar comemoram gol de Solomon sobre o Manchester City - Andrew Yates/Reuters
Jogadores do Shakhtar comemoram gol de Solomon sobre o Manchester City
Imagem: Andrew Yates/Reuters

O City poderia ter recuperado a vantagem apenas dois minutos depois, quando Gabriel Jesus brigou bem pela posse de bola e tocou para David Silva. A conclusão do espanhol não foi perfeita, mas teria entrado no gol se Kryvtsov não tivesse tirado a bola em cima da linha.

Fernandinho foi um dos destaques positivos do City na noite de hoje. Além de ter impedido o gol de Tetê em cima da linha, também foi o brasileiro quem acertou um lançamento de longe para Sterling e impressionou a torcida, mas o atacante inglês errou o alvo ao tentar encobrir Pyatov e, para piorar, se posicionou mal e estava impedido.