PUBLICIDADE
Topo

Allan é multado em R$ 940 mil por confusão no Napoli, diz jornal

Allan, meia do Napoli - Emilio Andreoli/Getty Images
Allan, meia do Napoli Imagem: Emilio Andreoli/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/11/2019 15h38

Classificação e Jogos

O Napoli resolveu punir todo o elenco pela confusão envolvendo dirigentes do clube e jogadores no começo de novembro. O brasileiro Allan e o italiano Insigne, que é o capitão do time, foram os mais prejudicados.

Eles acabaram multados em 50% do salário bruto, o que significa 200 mil euros (cerca de R$ 940 mil) para o volante e 350 mil euros (cerca de R$ 1,6 milhão) para o atacante. O restante dos atletas foi multado em 25% do salário. A informação é do jornal Gazzetta dello Sport.

A "crise" começou após o empate por 1 a 1 contra o Red Bull Salzburg, no dia 5 de novembro, o que impediu a classificação antecipada do Napoli às oitavas de final da Liga dos Campeões. Um dia antes do jogo, o presidente do clube, De Laurentiis, pediu que todos os jogadores ficassem concentrados por mais quatro dias após o duelo da Champions, quando o Napoli voltaria a jogar pelo Campeonato Italiano. Porém, os atletas não acataram a ordem.

Segundo reportagem da Gazzetta, Insigne liderou a revolta contra De Laurentiis. O cartola já havia deixado o estádio San Paolo quando o seu filho Edoardo, que é vice-presidente do clube, foi informado que os atletas não obedeceriam às ordens do pai e voltariam para suas casas.

No meio da discussão, figuras importantes no vestiário do clube, como Mertens e Callejon, endossaram a atitude de Insigne. Ainda segundo a reportagem, Allan teria sido um dos mais exaltados, gritando palavras de baixo calão e frases ofensivas para o dirigente.

Dias depois, a casa do brasileiro foi invadida e roubada em Nápoles. A esposa dele, Thais Valentim, afirmou ainda que foi insultada nas redes sociais e em um mercado quando fazia compras.

Esporte