PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mulher é baleada durante comemoração do título do Flamengo e morre na Bahia

Crime ocorreu no centro histórico de Barreiras, região oeste da Bahia - Blog Braga/Repórter Paiva
Crime ocorreu no centro histórico de Barreiras, região oeste da Bahia Imagem: Blog Braga/Repórter Paiva

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

24/11/2019 20h35

Duas pessoas foram atingidas por balas perdidas em um tiroteio, e uma delas morreu, durante festa de comemoração pelo título do Flamengo na Copa Libertadores da América. O caso ocorreu no cais do Rio Grande, no centro histórico de Barreiras, na região oeste da Bahia.

Segundo a polícia, Evany dos Santos Torres, 25, foi baleada na cabeça e morreu no local. Um homem também foi atingido no ombro por outra bala perdida, mas não corre risco de morte. A identidade dele não foi informada.

De acordo com a polícia, torcedores do Flamengo se aglomeraram no cais do Rio Grande após o término do jogo para comemorar a vitória do time e, pouco tempo depois, começou uma confusão entre dois grupos. Um homem, não identificado, levou um soco no rosto e revidou a agressão atirando a esmo para um grupo que estava próximo. Dois tiros atingiram duas pessoas.

O tiroteio ocorreu por volta das 21h40. Até agora, nenhum suspeito do crime foi preso pela polícia. Testemunhas relataram à polícia que as duas vítimas não estavam envolvidas na briga que resultou no tiroteio.

A vítima Evany dos Santos Torres estava com familiares e o filho, uma criança de idade não informada, na comemoração, quando foi atingida por um dos tiros na cabeça. Ela caiu no chão e morreu na hora. O filho e um irmão da vítima, que não teve o nome informado, ficaram desesperados aguardando socorro, mas a mulher entrou em óbito antes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegar.

A Polícia Militar chegou em seguida ao local, mas o autor dos disparos conseguiu fugir no meio da multidão. O Samu socorreu a segunda vítima de bala perdida e o levou para o hospital do Oeste. O serviço social do hospital informou que não pode repassar informações sobre pacientes da unidade hospitalar.

Policiais plantonistas da delegacia Regional da Polícia Civil fizeram os primeiros levantamentos do homicídio e da tentativa de homicídio. A investigação trabalha com a hipótese de que os dois baleados não tinham relação com a briga que resultou nos disparos de arma de fogo. Ainda não se sabe quem é o autor dos tiros que matou Evany e feriu um homem no ombro.

Peritos do Departamento de Polícia Técnica de Barreiras realizaram perícia no local do crime e recolheram o corpo de Evany dos Santos Torres para o Instituto Médico Legal. Não há informações se o corpo foi liberado para enterro.

O UOL tentou falar com o Distrito Integrado de Segurança Pública em Barreiras, na noite deste domingo, mas as ligações não foram atendidas.

Futebol