Topo

Futebol


Lomba pega pênalti nos acréscimos, e Inter empata com Fortaleza em casa

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

24/11/2019 20h59

Marcelo Lomba defendeu um pênalti nos acréscimos, e o Inter empatou em 2 a 2 com o Fortaleza, hoje (24), no Beira-Rio, pela 34ª rodada do Brasileirão. Paolo Guerrero, duas vezes, marcou para o Colorado. Tinga e Osvaldo fizeram para o time nordestino.

Com 51 pontos, o Inter é sétimo na classificação. A distância para o São Paulo, que disputa vaga direta na Libertadores com o Colorado, não cresceu nem caiu, já que a equipe paulista também empatou na rodada, com o Ceará, em mais um jogo definido no finalzinho, aos 50 minutos. Já o Fortaleza tem 43 pontos e ocupa a 12ª posição na competição.

Na 35ª rodada, o Inter recebe o Goiás, quarta-feira, no Beira-Rio. Já o Fortaleza joga em casa, quinta-feira, contra o Santos.

Felipe Alves brilha no gol do Fortaleza

O goleiro Felipe Alves barrou o ataque do Inter em ao menos três oportunidades. Além de se destacar na saída de bola do Fortaleza, o goleiro foi destaque absoluto da partida.

Lomba pega pênalti e evita derrota

Marcelo Lomba evitou a derrota do Inter ao pegar um pênalti nos acréscimos. O goleiro parou Bruno Melo em lance com participação do VAR.

Uendel falha e é perseguido por vaias

Uendel foi eleito pela torcida do Inter como vilão da partida. Depois de "desistir" da origem do lance e não conseguir afastar a rebatida que acabou no gol de Tinga, o lateral esquerdo passou a ouvir xingamentos todas as vezes que tocou na bola.

Guerrero volta a marcar após cinco jogos

Paolo Guerrero voltou a marcar. Depois de cinco partidas, o peruano balançou as redes ao fim do primeiro tempo. Antes, havia desperdiçado duas chances e ficado muito irritado. Participativo, ele procurou o jogo o tempo todo, mas teve como adversário o goleiro Felipe Alves, de ótima atuação. No fim do jogo, o peruano ainda fez mais um.

Jogo do Inter: Time acorda após levar gol

O Inter, com a bola, adiantou Edenilson junto a D'Alessandro, Pottker e Patrick para abastecer Guerrero. A ideia de Zé Ricardo era forçar o jogo pelas pontas, com Uendel e Heitor participando bastante da fase ofensiva. Mas o encaixe não aconteceu como esperado nos primeiros minutos. O Inter só acordou mesmo depois de sofrer o gol de Osvaldo. Foi então que o time imprimiu a intensidade que a partida precisava. Foi então que passou a empilhar chances. Guerrero perdeu duas, Patrick e D'Alessandro também. Até que o peruano empatou o jogo nos minutos finais do primeiro tempo. No segundo tempo, porém, a produção caiu e o Fortaleza marcou outro, e o empate só veio depois de muita pressão.

Jogo do Fortaleza: Goleiro e extremas são armas do time

O Fortaleza mostrou suas características desde o princípio da partida. Um time que não força jogadas, sai jogando em toques curtos pelo chão e usa o goleiro como primeiro construtor de jogadas. Foi assim que o time de Rogério Ceni chamou o Inter a forçar a marcação, adiantar as linhas e dar espaço aos extremas. André Luis e Osvaldo, abertos, encontraram caminho às costas de Heitor e Uendel para dar aos visitantes o domínio nos primeiros 15 minutos de partida. Expediente que não se consolidou durante toda primeira etapa. Após marcar o gol inaugural da partida, o Fortaleza passou a ser pressionado e Felipe Alves fez ótimas defesas. Mas não impediu o empate em seguida. No segundo tempo, o contra-ataque foi arma e o segundo gol aconteceu aos 27 minutos. E o empate veio no fim.

A volta da paz: organizadas não repetem protesto

O último jogo do Inter em casa foi pautado pelos protestos. Em silêncio, vaiando e até com músicas cobrando o time, as organizadas mostraram toda sua insatisfação. Foi exatamente o contrário de hoje. Os torcedores cantaram forte desde os primeiros minutos apoiando o time independente do que ocorria em campo.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 2 FORTALEZA

Data: 24/11/2019 (Domingo)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior
Auxiliares: Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos
Árbitro de vídeo: Igor Junio Benevenuto
Renda: R$ 681.315,00
Público: 28.684 (total)
Cartões amarelos: Carlinhos e Gabriel Dias (FOR); Lindoso, Edenilson (INT)
Gols: Osvaldo, do Fortaleza, aos 8 minutos do primeiro tempo; Paolo Guerrero, do Inter, aos 42 minutos do primeiro tempo e aos 37 minutos do segundo tempo; Tinga, do Fortaleza, aos 26 minutos do segundo tempo;

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Heitor (Sobis), Rodrigo Moledo, Vicotor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick (Neilton), D'Alessandro e Pottker (Parede); Guerrero.
Técnico: Zé Ricardo

FORTALEZA
Felipe Alves, Gabriel Dias, Quintero, Bruno Melo e Carlinhos; Felipe e Juninho; Romarinho (Edinho), André Luis (Tinga), Wellington Paulista (Kieza) e Osvaldo.
Técnico: Rogério Ceni

Futebol