PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Festa do Fla termina com 23 feridos por agressões, balas de borracha e gás

Policiais atiram bomba de efeito moral para dispersar confusão - Ricardo Soares/Reuters
Policiais atiram bomba de efeito moral para dispersar confusão Imagem: Ricardo Soares/Reuters

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

24/11/2019 19h40

A confusão ao fim da festa do título do Flamengo, que celebrava a conquista da Libertadores em desfile no Centro do Rio de Janeiro, terminou com 23 pessoas levadas ao Hospital Municipal Souza Aguiar, que fica na Praça da República, também no Centro.

De acordo com comunicado oficial da assessoria do Sistema Municipal de Saúde, tais pacientes foram "vítimas de agressão, quedas, atingidos por bala de borrada, gás ou spray de pimenta".

O confronto entre torcedores e policiais militares aconteceu no fim do desfile da delegação rubro-negra. O planejamento inicial apontava que o veículo em que estavam os jogadores, comissão técnica e diretoria do Flamengo faria o trajeto entre a Candelária e o monumento em homenagem a Zumbi dos Palmares, na Avenida Presidente Vargas.

Antes de chegar ao destino, porém, houve um desvio e o caminhão foi para uma rua interditada, a caminho do Batalhão de Choque da Polícia Militar, onde estava o ônibus do clube.

Menino protege os olhos contra o gás de pimenta lançado pela polícia durante a confusão com torcedores do Flamengo - Ueslei Marcelino/Reuters - Ueslei Marcelino/Reuters
Imagem: Ueslei Marcelino/Reuters

Quando houve a mudança de trajeto, teve início uma grande confusão, que se estendeu pela Presidente Vargas. Muitos rubro-negros arremessaram objetos na direção dos policiais, que responderam com bombas de efeito moral.

Durante toda a correria, um guarda municipal chegou a ser atropelado pelo carro da corporação, que tentava fugir das peças que eram jogadas. Imagens da Globo mostraram uma moça sendo carregada em meio à confusão e um rapaz deitado em um canteiro, recebendo ajuda de outros rubro-negros.

Ainda no começo da festa, a polícia prendeu um grupo que foi acusado de fazer furtos na multidão. No decorrer da comemoração, carros do Grupo Globo foram depredados.

Flamengo