PUBLICIDADE
Topo

Festa de título do Flamengo termina em confronto entre torcida e polícia

Policiais tentam afastar torcedores com gás de pimenta durante confusão no centro do Rio - Ricardo Soares/Reuters
Policiais tentam afastar torcedores com gás de pimenta durante confusão no centro do Rio Imagem: Ricardo Soares/Reuters

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

24/11/2019 16h47

A festa pelo título da Libertadores do Flamengo, que aconteceu no Centro do Rio de Janeiro, hoje (24), terminou em confusão. Pouco depois do caminhão em que estava a delegação rubro-negra mudar o trajeto e finalizar a celebração, um confronto entre alguns torcedores e policiais militares teve início.

A comemoração aconteceu na Avenida Presidente Vargas e, inicialmente, iria da Candelária até o monumento em homenagem a Zumbi dos Palmares. Um pouco antes de chagar ao destino, porém, o veículo em que estavam jogadores, comissão técnica e diretoria entrou na Rua de Sat'Ana, que é um pouco antes, e o desfile terminou.

Neste momento, começou um empurra-empurra e alguns rubro-negros entraram em confronto com policiais. Houve arremesso de garrafas, pedras, latas e cones em direção aos policiais, que responderam com bombas de efeito moral.

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Imagens do SporTV mostraram uma moça sendo carregada em meio à confusão e um rapaz deitado no chão, sendo abanado por outros torcedores. Um guarda municipal foi atropelado por um carro da própria corporação, que estava em marcha ré fugindo dos objetos atirados.

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Enquanto isso, com todo o elenco ainda presente, o trio elétrico passava por ruas interditadas no Centro para se encaminhar ao Batalhão de Choque da Polícia Militar, local onde o grupo embarcou no ônibus - mesmo que o levou do aeroporto do Galeão para o Centro da Cidade Maravilhosa - para ir embora.

O "Aero Fla" feito no embarque da delegação para Lima, no Peru, no terminal de cargas do Galeão, também terminou em confusão. O Flamengo garantiu o segundo título da Libertadores ao vencer o River Plate, da Argentina, de virada.

Mais cedo, enquanto a festa acontecia, um grupo foi preso por furto de celular e alguns rubro-negros depredaram carros do Grupo Globo.

Flamengo